Vendas do Dia dos Pais não devem crescer mais do que 1,5% neste ano, projeta Boa Vista

Publicado em 06/08/2019 por Imprensa

Taxa de crescimento deve ser inferior à observada no ano passado

A área de Indicadores e Estudos Econômicos da Boa Vista projeta um crescimento de, no máximo, 1,5% das vendas neste Dia dos Pais, na comparação com 2018. Com isto, o movimento do comércio na data deve crescer menos do que no ano passado, quando a alta foi de 2,8% em relação ao ano anterior. 

A projeção é baseada nas consultas realizadas no banco de dados da Boa Vista, o SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) e na Pesquisa Hábitos de Consumo para o Dia dos Pais 2019, também da Boa Vista, que mostra estabilidade da intenção de compras e queda do valor médio do presente em termos reais na comparação com 2018.

O desempenho das vendas na data, assim, deve repetir a tendência observada nas datas comemorativas do primeiro semestre, quando o movimento do comércio frustrou as expectativas do varejo. Segundo os economistas da Boa Vista, o alto nível de desemprego, o aumento do endividamento e confiança reduzida estão segurando o ritmo de expansão das vendas, apesar das condições favoráveis do mercado de crédito.

Eles destacam ainda que a liberação dos recursos das contas ativas e inativas do FGTS não deve ter impactos nas vendas para o Dia dos Pais, mas já podem surtir efeitos positivos nas datas comemorativas seguintes, como Dia das Crianças, Black Friday e Natal.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Dia dos pais nas franquias , Economia e Mercado