Com inauguração de operação em São Paulo, Moncloa planeja dobrar de tamanho em 2020

Publicado em 14/11/2019 por Imprensa

A rede de franquias especializada em chás espera abrir mais 10 unidades em São Paulo (SP) e 23 no total, em 2020

A Moncloa Tea Boutique segue em ascensão no mercado de franchising. Em formato de quiosque, São Paulo (SP) recebe a primeira operação de serviço da marca: a unidade do shopping Villa Lobos, que é apenas o início de uma expansão que deve totalizar 10 operações na capital paulista até o fim de 2020. E há motivos de sobra para acreditar nisso: em 2019, a marca deve crescer 110% em relação ao ano anterior, totalizando 27 operações e um faturamento total de R$ 22 milhões – R$ 5 mi acima que o esperado no início do ano.

Eduardo Jardim, sócio-proprietário da marca, ressalta que o desempenho superior ao que era esperado em termos de faturamento mostra a assertividade do modelo de negócio da Moncloa, que atua em um nicho que vem aumentando o consumo no Brasil e no mundo. “Em 2020, esperamos um cenário ainda maior, com 50 operações espalhadas entre as regiões Sul, Sudeste e Nordeste, com um faturamento de R$ 35 milhões”, detalha. Ao todo, será um investimento de R$ 5 milhões de reais para a expansão da marca em 2020, valor captado a partir de potenciais franqueados que invistam na Moncloa.

Franqueados da unidade do shopping Villa Lobos, em São Paulo – com um investimento total de R$ 180 mil – o casal Lais Araújo Barbieri e André Gustavo Barbieri foram os escolhidos pela marca para capitanear a operação piloto na principal cidade do país. “Sentimos que a procura por ser um franqueado da Moncloa aumentou neste ano e acredito que muito se deve pelos dois principais fatores positivos da marca, ótimos para o franchising: produtos com alta qualidade, modelo de negócio com baixo custo de implantação, com uma boa taxa de retorno”, detalha Eduardo.

Em relação às opções de investimento, a Moncloa oferece quatro modelos de operações – que vão desde quiosques até lojas, que se diferenciam por disponibilizarem opções com serviços to-go ou de mesa – e investimentos a partir de R$ 112 mil. O capital de giro deve ser entre R$ 20 mil e R$ 30 mil, com uma taxa de franquia de R$ 40 mil e payback entre 24 e 36 meses, além de um faturamento médio mensal de R$ 75 mil.

A marca

Com foco no público de classe A e B+, a Moncloa possui uma carta de chá com diversos sabores inspirados em diferentes países. Além disso, a marca preza pela qualidade da matéria-prima e tem um olhar atento ao design contemporâneo das latas, pouchs e kits com 15, 45 ou 65 gramas, a partir de R$ 35,90. Dentro do mix de produtos, também são comercializados uma linha completa de acessórios, como bules, canecas, infusores e garrafas térmicas. Ao todo, são mais de 15 milhõ mais de 700 sku’s ativos que possibilitam mais de 15 milhões de combinações de presentes.

Programa de mentoria e aceleração

A Moncloa foi uma das 15 marcas selecionadas para o brMalls Partners, programa de aceleração desenvolvido pela administradora de shoppings em parceria com a Endeavor – organização global sem fins lucrativos presente em 40 países –, entre 700 empresas analisadas e 452 inscritas no processo seletivo. O anúncio aconteceu em maio, no Espaço Cubo Itaú, em São Paulo.

A marca está recebendo assessoria especializada e mentoria para escalar a produção e desenvolver ainda mais o negócio. Esta é a segunda oportunidade da Moncloa em um processo de aceleração. Em 2017, a empresa passou pelo programa Scale Up, também da Endeavor, que acompanha empresas com alto potencial de crescimento.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Moncloa Tea Boutique , Franquias de lojas de chás