Franquias têm a missão de ampliar o acesso da população à odontologia

Publicado em 15/05/2019 por Imprensa

Por Carlos Leão, CEO da Odontoclinic

O Brasil é o país com o maior número de dentistas do mundo. De acordo com o Conselho Federal de Odontologia (CFO), cerca de 19% destes profissionais estão em nosso país. Diante de tal cenário, é de se imaginar que a saúde bucal do brasileiro ande em dia, mas a realidade é bem diferente. 

Outros dados, também do CFO, dão conta de que 20% dos cidadãos brasileiros não vão ao dentista por falta de dinheiro. Já 46% consideram o acesso à odontologia difícil, enquanto um terço da população não conclui o tratamento público por problemas de agendamento.

O resultado é que o país com o maior número de dentistas tem um dos piores níveis de saúde bucal do mundo, se aproximando mais dos países com menor renda do que daqueles mais desenvolvidos. 

Este cenário demonstra que a odontologia no Brasil tem muito mais a crescer, já que há bastante mão de obra qualificada e muitas pessoas precisando de tratamento bucal, mas que consideram o acesso à odontologia difícil. Hoje, a grande missão de quem trabalha neste setor é, sem dúvida, servir de ponte para conectar estes dois universos tão distantes.

E há bastante espaço para reverter este quadro. Para se ter uma ideia, apesar de as pessoas ainda frequentarem os consultórios dos dentistas menos do que o ideal, o setor odontológico já movimenta mais de R$ 38 bilhões todos os anos no Brasil.

As franquias de clínicas odontológicas, por exemplo, têm se espalhado pelo país e são de extrema importância para aumentar o acesso da população aos serviços de odontologia. Este segmento cresceu mais de 12% em 2018, de acordo com a ABF (Associação Brasileira de Franchising), e continua a crescer graças a fatores como o aumento da longevidade do brasileiro e preocupações com estética, saúde e bem-estar.

De um lado temos a necessidade de democratizar o acesso à odontologia e, de outro, pessoas com vontade de abrir seu próprio negócio e que nem imaginam que clínicas odontológicas são uma opção para qualquer empreendedor, sem ser necessariamente dentista.

Cada vez mais, executivos que querem encerrar suas carreiras em empresas e desejam empreender, encontram nas franquias odontológicas uma ótima opção. Profissionais de quaisquer áreas podem abrir seu próprio negócio no setor e oferecer uma odontologia de qualidade aos cidadãos de forma acessível, já que com o apoio das franqueadoras eles podem ofertar um serviço com condições facilitadas de pagamento.  A Odontoclinic, por exemplo, já oferece inúmeras condições de parcelamento e financiamento de tratamento dentário. Além de ampliar o acesso à odontologia, quem decidir investir no setor daqui para frente certamente obterá sucesso financeiro; é uma relação de ganho mútuo.

A odontologia no Brasil precisa, cada vez mais, ser acessível a todos. Democratizar o atendimento é uma das peças-chave para reverter o cenário atual e devolver ao brasileiro um sorriso saudável. Mais do que uma questão de saúde, o sorriso tem uma função social muito importante, já que através dele as pessoas voltam a ter confiança e autoestima. Confiante, uma pessoa é capaz de realizar o inimaginável.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de odontologia , Odontoclinic