Tem um negócio e quer franquear?

Saiba mais sobre nosso processo e como ele te mostra o caminho com maior chance de sucesso.

A Lei nº 8.955 de 1994 regulamenta os contratos de franquia. Segundo a Lei, franquia empresarial é o sistema pelo qual um franqueador cede ao franqueado o direito de uso de marca ou patente, associado ao direito de distribuição exclusiva ou semi-exclusiva de produtos ou serviços e, eventualmente, também ao direito de uso de tecnologia de implantação e administração de negócio ou sistema operacional desenvolvidos ou detidos pelo franqueador, mediante remuneração direta ou indireta, sem que, no entanto, fique caracterizado vínculo empregatício.

O objetivo da Lei é determinar quais informações o franqueador deve fornecer ao franqueado através da Circular de Oferta de Franquia (COF), a ser entregue por escrito, em linguagem clara e acessível. As informações vão desde dados básicos sobre a empresa, como razão social, até a situação do franqueado ao término do contrato, passando por taxas e território de atuação. 

A COF descreve a história do negócio e estima os valores envolvidos. A linguagem informal permitida por Lei também possibilita que o documento seja feito com certa facilidade. Para um futuro franqueado a COF é muito mais simples de ser compreendida e analisada se comparada ao Contrato de Franquia, feito por advogados, com linguagem formal e jurídica. Mas, nem por isso, ela é menos importante. E nem por isso deve ser criada sem um estudo detalhado por parte da franqueadora. Muito menos lida, sem ser contestada por parte do futuro franqueado.

Se você possui um negócio e quer expandir por meio de franquias vai precisar da COF, do Contrato e dos Manuais. A equipe do Mapa das Franquias pode preparar toda a documentação para você atuar no franchising. E podemos ir além.

O processo de franquear envolve etapas importantes para o gerenciamento e crescimento da rede que, mesmo não solicitadas por Lei, influenciam diretamente as partes envolvidas (franqueados, franqueadores, fornecedores e clientes). 

Entender a dinâmica do mercado é fundamental. Quanto ele comporta dos produtos ou serviços oferecidos? Quantas unidades podem abrir (e onde) de forma a não comprometer a saúde financeira da rede? A Lei não obriga que o franqueador informe dados sobre o mercado, mas nós acreditamos na importância desse conhecimento para o sucesso da marca. Quem vai dizer se o negócio vai ou não dar certo é o mercado. As informações sobre ele é que vão dar a dica sobre o futuro de cada empresa.

Ao decidir franquear busque quem tem conhecimento em marketing e saiba utilizar as ferramentas necessárias para criar cenários condizentes e mais próximos da realidade possível.

Tem um negócio e quer franquear? O Mapa das Franquias te ajuda! Envie um e-mail para comercial@mapadasfranquias.com.br e conte-nos a história da sua marca.