Renda extra fez aposentado investir no próprio negócio

Publicado em 05/12/2019 por Imprensa

Flávio Silva Soares, de 62 anos não se parece em nada com o idoso do imaginário popular, que fica em casa contando história para os netos.

Antigamente a aposentadoria era automaticamente relacionada a ficar em casa desfrutando da paz e da vida simples. Essa já não é mais uma realidade. O aumento da longevidade tem promovido mudanças na sociedade e fazendo com que grande parte da população idosa queria continuar trabalhando. É o que diz o estudo feito pelo Sebrae -Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas- que estima que, no Brasil, há mais de 120 mil microempreendedores individuais (MEIs) com 61 ou mais, o que representa 6,1% do total de MEIs.

É o caso de Flávio Silva Soares, do Rio Grande do Sul, que aos 62 anos resolveu empreender e adquiriu uma franquia da Mr. Kids, rede de vending machines com foco no segmento infantil. A empresa é uma das que buscam conquistar essa fatia de franqueados mais experientes, oferecendo um modelo de negócios com baixo investimento e produtos que possuem uma ótima aceitação.

Antes de apostar no segmento do franchising, Soares trabalhou por 36 anos em um banco, foi taxista e comerciante no segmento de sorvetes. A decisão em investir na marca veio da vontade continuar trabalhando, de preferência em algo que diferente e que a gestão pudesse ser em horários flexíveis. “O modelo de negócio da Mr. Kids foi perfeito para mim, pois unia a facilidade e praticidade desse tipo de negócio, que não exige a presença constante dos franqueados, com o valor de investimento baixo. Com as vending machines o lucro é diário”, explica o executivo que, em apenas três meses, já conseguiu atingir o faturamento desejado e acredita que em torno de um ano já conseguirá um ponto de equilíbrio.

No mercado desde 2012 e com mais de 7500 máquinas em todo país, a Mr. Kids é uma franquia de baixo custo: é necessário desembolsar apenas R$ 18.700, incluído já a taxa de franquia, para começar o negócio. Não há outras taxas de royalties ou de propaganda e a rede garante a manutenção vitalícia das catracas. “Temos uma preocupação muito grande com nossos franqueados e buscamos oferecer todo o suporte necessário durante a parceria”, finaliza Rodrigo Loredo, gerente de expansão da Mr. Kids.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Empreender , Microfranquias , Mr. Kids , Máquinas de autoatendimento , Franquias de máquinas de autoatendimento , Franquias baratas