Alexandre Diniz: de franqueado a sócio

Publicado em 01/12/2017 por Imprensa

Como ter sucesso no segmento de lavanderias? Como ser lucrativo sem abrir mão da excelência no serviço? Como despertar o olhar dos fundadores da rede a ponto de se tornar sócio do negócio?

O empreendedor Alexandre Rodrigues Diniz conseguiu dar respostas a essas questões baseado numa filosofia direta: Se alguém ganha dinheiro com isso, eu também posso! A rede Prima Clean, pertencente ao Grupo Acerte, é a marca por trás desse case de sucesso.

Formado em Engenharia Mecânica e pós-graduado em Administração de Empresas, ambos pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), Alexandre trabalhou durante 20 anos no ramo de autopeças, mas a sede por empreender e potencializar seus ganhos financeiros foi o que o levou a conhecer a rede de lavanderias. “Em 2005, fui ao mercado pesquisar ‘negócios que cabiam em R$ 100 mil’. Nesse sentido, encontrei a oportunidade de abrir uma Prima Clean Lavanderia Express (rede que pertence ao Grupo Acerte)”.

A empreitada aconteceu na cidade Guarulhos, Região Metropolitana de São Paulo, e não demorou muito até o investidor perceber que aquilo tinha futuro. “O potencial do serviço e da marca é impressionante. O retorno financeiro se apresentou tão satisfatório que tomei coragem para dar o segundo passo”, conta. Três meses depois, o empreendedor abriu uma unidade da Quality Lavanderia, já na cidade de São Paulo.

O Grupo Acerte é detentor das marcas Quality Lavanderia, Prima Clean Lavanderia Express e Linha e Bainha Costuras. Em mais de 20 anos de atuação no segmento de franchising, o Grupo já possui mais de 220 lojas espalhadas pelo Brasil e na América Latina. Ao longo de sua história, o Grupo vem implementando soluções inovadoras em sua operação, como serviço de delivery, sistema de gestão e cartão fidelidade.

A oportunidade de se tornar sócio da rede aconteceu no ano de 2009, mas o principal motivo para Alexandre dar a guinada dentro do Grupo não foi o faturamento de suas lojas, mas sim suas opiniões – muitas vezes antagônicas – em prol do crescimento da marca. “O relacionamento foi, e é, algo preponderante. Estar próximo dos donos da marca, discutindo melhorias e, de fato, se importando com a rede é o que fez as coisas acontecerem”, comenta.

Foi assim que os fundadores entenderam o bom trabalho de Diniz à frente do negócio e o convidaram para reforçar o time. “Quando você enxerga um potencial talento em sua empresa, você tem dois caminhos: ou paga mais ou reparte o bolo”, reflete Alexandre.

Já com o novo sócio compondo o board, o desafio do Grupo Acerte se atualiza quase que diariamente. Calçada no tão falado ‘dinamismo comercial’, a rede tem apresentado um crescimento contínuo e orgânico ao longo dos anos, na casa dos 25%, mesmo em períodos de baixa atividade econômica no Brasil, como o último triênio. “Guardadas as escalas, o bom empreendedor ganha na crise e ganha na bonança, pois o olhar tem que ser sempre no longo prazo”, comenta Diniz. “No Brasil, você precisa se preparar para a crise, pois elas são cíclicas. Empresas que trabalham de maneira justa, sem falsas grandiosidades, tendem a colher bons frutos regularmente”, completa.

O futuro

Para os próximos cinco anos, o Grupo prevê dobrar de tamanho, oferecendo diferentes modelos de negócios como, por exemplo, o formato ‘store in store’, que tem se consagrado na última década, onde o franqueado tem a possibilidade de abrir uma loja dentro da outra. “Você pode abrir uma Linha e Bainha Costuras (franquia de reparos e customização de roupas) dentro de uma Quality ou de uma Prima Clean, elevando seu lucro sem precisar investir em um novo ponto comercial”, explica Alexandre.

O Brasil é hoje o 4º país com maior número de redes de franquias, com mais de 3 mil marcas, atrás apenas de China, Coréia do Sul e Estados Unidos. É também o 6º no ranking das nações com maior número de unidades franqueadas, somando mais de 142 mil pontos, de acordo com o World Franchise Council.

E como se destacar em um universo de franquias multimarcas e multissegmentos? “Oferecendo o melhor suporte possível aos franqueados, para que eles repliquem a seus consumidores o DNA da marca. Bom atendimento, relacionamento, credibilidade de uma marca que está no mercado há mais de 20 anos, etc. Todo esse cardápio dá a segurança ao investidor de que não se trata de uma ‘aventura’, mas sim de um negócio rentável e lucrativo”, ressalta o franqueado que virou sócio.

O segmento de franquias de Limpeza e Conservação, onde se enquadram as lavanderias, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), têm apresentado um bom desempenho em 2017. Segundo dados da Associação, só no 1º trimestre o ramo cresceu 16%, sendo o 3º melhor desempenho de toda cadeia. Somente no segundo trimestre, o faturamento alcançou a casa dos R$ 335 milhões.

E qual a dica para que outras pessoas trilhem esse mesmo caminho do sucesso?

“Tem que arregaçar as magas e colocar a mão na massa! Tudo na vida depende de esforço. Você pode alcançar aquilo que está disposto a fazer, não o que os outros estão dispostos a te dar. Falhas no caminho irão acontecer, mas tudo é aprendizado!”

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquia , Franqueadas , Franqueadores , Quality Lavanderia , Prima Clean , Linha e Bainha