Retrospectiva 2016: relembre algumas marcas que entraram para o mercado de franquias

Publicado em 05/12/2016 por Imprensa

Houve um aumento no número de franquias em 2016. Veja alguns casos.

Segundo dados da ABF (Associação Brasileira de Franchising), no primeiro semestre de 2016 o setor de franquias cresceu 7,6% nominalmente, saltando de R$ 31,3 bilhões para R$ 33,7 bilhões em relação ao mesmo período de 2015. Esse crescimento se deve ao fato de 108 novas marcas terem ingressado no franchising brasileiro no primeiro trimestre do ano, elevando o total de 3.073 apurado no ano passado para 3.181 redes em março de 2016. Os setores que mais cresceram foram: Alimentação – 14%, Saúde, beleza e lazer - 14% e Comunicação, informática e eletrônicos – 11%. Conheça algumas marcas:


A rede de franquia de alimentação Cubs Fast Food Brasil tem a frente um jovem empreendedor de 32 anos. Em parceria com investidores canadenses, a Cubs chegou ao Brasil trazendo hot-dogs super-recheados, de 22 a 24 cm, além de diversas opções de porções. A aposta e diferencial da Cubs é o tamanho e quantidade de recheio dos lanches. Sua primeira unidade foi inaugurada no dia 18 de novembro em São José do Rio Preto (SP). Em busca de novos franqueados, o investimento inicial para abrir uma loja é de R$159.900,00.


Já a rede BurBurrito surgiu devido aos pedidos da família de Tiago da Fonseca, que fazia ele mesmo, burritos de diversos sabores, toda semana, para saborear com a família e amigos, pela falta de restaurantes mexicanos de qualidade na região. Foi aí que o empreendedor de apenas 36 anos, viu a oportunidade de abrir um negócio fazendo uma das coisas que mais gostava: burritos. Com a clientela se solidificando e o cardápio aumentando, o carrinho inicial se tornou pequeno e Tiago recebeu a proposta de um amigo para transformar o BurBurrito em loja. Hoje, a marca busca investidores para ampliar o negócio. O investimento inicial total para quem gostaria de abrir uma unidade é de R$89.900,00 e o prazo de retorno varia entre 12 e 18 meses.


Outra rede de comida que tem como fundador um jovem empreendedor, é a Spaziale Italiana. Com 27 anos, William Pirola auxilia os pais no novo empreendimento da família. Na Spaziale Italiana, o cliente é o próprio chef, e pode escolher entre os 7 tipos de massas de macarrão oferecidas pela rede (incluindo integral e sem glúten), gnocchi e mais de 30 acompanhamentos, sem limite e sem pagar a mais por isso. O molho do macarrão é feito pela própria família Pirola. O chef prepara o prato na frente do cliente e o tempo total de preparo - desde a escolha dos ingredientes até a finalização do prato, é de até 3 minutos. Além das massas, a rede oferece as opções de pizza e lasagna, nos quais é possível escolher 4 ingredientes. Estes pratos também são montados e assados na hora. A unidade piloto da rede, localizada em São José do Rio Preto, comemora seu primeiro ano de funcionamento, e comercializa em média 60 a 80 pratos por dia durante a semana e 100 nos finais de semana, tendo um faturamento de cerca de R$ 80mil por mês. O investimento inicial da franquia é de R$ 164.948,00.


Mas não é só de empreendedores do sexo masculino da geração Y que o franchising é composto. No setor de saúde, beleza e lazer, por exemplo, a jovem empreendedora Carla Atanásio Vetorasso de apenas 28 anos, comanda a Lenora, microfranquia de joias e semi joias, que custa apenas R$19.900,00. Já com estoque inicial e sem a necessidade de ponto comercial para trabalhar, a franquia possibilita à mulher independente conciliar seus horários com outras tarefas. Além disso, a executiva recebe um kit inicial de operações, contendo maleta, expositores, cartões de visita, folders, catálogos, agendas, canetas, entre outros, e um exclusivo aplicativo de gestão e controle, que a franqueada pode baixar diretamente do Google Play Store. Segundo Carla, com a venda do primeiro estoque, especialmente escolhido para o mês inicial de operação, a executiva Lenora recupera 75% do investimento. Um dos segredos de sucesso é que a franqueada atua com produtos de altíssima qualidade, com garantia e beleza ímpar.


Uma franquia que se lançou no franchising praticamente no começo de 2016 e que vem se destacando bastante por buscar principalmente o público jovem e estudantes, é a KMC – agência de marketing. Fundada em 1995, a rede é focada em vendas, em fazer com que seus clientes vendam mais. Sua experiência dá condições de mergulhar no negócio do cliente, entender as suas necessidades e dar sugestões de mudanças baseadas em outros segmentos. A KMC atende cerca de 80 clientes todos os meses de diferentes negócios e seu principal objetivo é o resultado e não a fixação de marca. Com mais de 5.500 sites e 11 mil projetos desenvolvidos ao longo dos anos, a marca já atendeu 15 mil clientes, hoje tem cerca de 250. A KMC conta com uma unidade no ABC, em São Caetano do Sul, e está retomando ações nos Estados Unidos, em Miami e Los Angeles. Pretende finalizar o ano com 6 unidades, já em andamento. Suas modalidades de negócios são Home Based, Office e Master, que demandam investimentos de R$ 19.900,00, R$ 59.900,00 e R$ 99.900,00, respectivamente.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Empreendedor , Spaziale Italiana , Lenora , BurBurrito , Agência KMC , Cubs