Petland inaugura loja no bairro de Moema, na capital paulista

Publicado em 08/01/2015 por Imprensa | Ultima Atualização em 09/01/2015

Um dos segredos de sucesso da marca, atualmente com 142 unidades em 11 países, é promover a experiência de compra.

O sonho de ter o primeiro negócio foi concretizado pelo casal Eduardo Guerra e Flávia Romani ao se tornarem franqueados da Petland, rede internacional de pet shops. Na semana do Natal, eles abrem as portas da loja de Moema Pássaros, na Av. Pavão, nº 602, zona sul de São Paulo. “Passamos meses buscando um pet shop saudável para aquisição. Identificamos na Petland a oportunidade de refinar a oferta e aproveitar o crescimento do setor, oferecendo produtos e serviços de qualidade”, diz Guerra, que é formado em Processos pela FATEC e tem pós graduação em Administração pela FGV. Para início de janeiro, está prevista a abertura de mais uma unidade no bairro de Moema, totalizando cinco lojas da rede em operação.


Um dos segredos de sucesso da marca, atualmente com 142 unidades em 11 países, é promover a experiência de compra. As lojas, de 100 m2 até 400 m2, têm espaços de socialização que permitem uma interação das pessoas com os animais. “Os colaboradores, chamados de ‘Petlanders’ são treinados a combinar o animal de estimação certo com a família certa, para satisfazer as necessidades de ambos por meio das quatro necessidades básicas – ambiente, comportamento, manutenção e nutrição.


“Você nunca vai ouvir um colaborador nosso dizer: posso lhe ajudar?. Temos que levar informação de valor ao cliente e, por isso, investimos constantemente em treinamento”, explica Rodrigo Albuquerque, sócio-diretor e responsável pela expansão da Petland no Brasil. Entre as raças de filhotes de cães que estarão sendo vendidos na nova unidade da Petland de Moema Pássaros estão: Yorkshire terrier, Lhasa apso, Pequinês, Maltês e Shih-tzu.


Para interessados na franquia, a empresa calcula o faturamento do primeiro ano em R$ 438,00/m². Com a loja madura (retorno de 24 a 36 meses), pode chegar a R$ 876,00/m². O investimento inicial na franquia é de R$ 290 mil, incluindo o treinamento de 10 dias na Universidade Petland (EUA), e o contrato é de cinco anos.


Todas as unidades da Petland apresentam uma comunicação visual atrativa e interativa para com os clientes. “Além disso, nosso modelo de negócios trabalha para aumentar a participação de acessórios, diminuir a dependência do serviço e da ração e, ainda, agregar valor ao mix com a possibilidade da venda de filhotes. Desta forma, conseguimos melhorar a distribuição da receita aos franqueados – explica Albuquerque – acreditamos que a grande oportunidade para o crescimento do setor está nos pets de bairro, que representa 69% do mercado”.


A empresa quer chegar em 302 unidades na grande São Paulo até 2020. Fora do estado, o plano de expansão para a Bahia prevê 25 lojas e para o Paraná, 40 lojas, através de máster franqueados.


Sobre a Petland


Inspirada na filosofia de entretenimento americana, a Petland foi fundada em 1967, com a ideia de potencializar a interatividade entre humano e animal. Em meados da década de 1970 a empresa iniciou seu processo de expansão via franquias e internacionalizou-se a partir do Canadá. Hoje, a rede tem 142 lojas em 11 países: Estados Unidos, Canadá, Japão, China, África do Sul, México, Brasil, Honduras, Guatemala, El Salvador e Nicarágua. Mais informações: http://www.petlandbr.com.br/


Atendimento à imprensa
2PRÓ Comunicação
Carolina Mendes – carolina.mendes@2pro.com.br
Myrian Vallone – myrian.vallone@2pro.com.br
Teresa Silva – teresa.silva@2pro.com.br
Tels. (11) 3030-9436/9463

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Franquias de pets , petland