Petland chega a 20 lojas e faz primeira conversão de bandeira

Publicado em 07/01/2016 por Imprensa

Em São Paulo, novas unidades serão abertas nos bairros de Pinheiros e Aclimação até o final do ano. A estratégia para atingir 300 lojas nos próximos anos é descentralizar a operação.

Com o objetivo de profissionalizar o mercado de pet shop no Brasil, a Petland avança com novas lojas nos bairros de Pinheiros e Aclimação, que serão abertas na capital até o final do ano. Desde que iniciou as operações no país, em maio de 2014, a empresa mantido um ritmo acelerado com uma loja por mês. Atualmente, são 20 lojas, entre abertas e em construção. E a expansão da marca americana de franquia não para por aí.


A empresa celebra a primeira conversão de bandeira com três lojas no Guarujá, litoral paulista, que passam a seguir o modelo de negócios da rede, presente em 11 países. De acordo com Rodrigo Albuquerque, sócio-diretor da Petland no Brasil, o investidor obtém uma série de vantagens. “Oferecemos um pacote completo, focado em melhorar a gestão e otimizar resultados. Treinamentos, know-how de quase 50 anos, homologação de criadores, eventos de adoção, relatórios periódicos de melhorias na operação (loja a loja), além de maior desconto na negociação de produtos com os fornecedores”, afirma Albuquerque.


O executivo também explica que como rede internacional tem condições de praticar os melhores preços do mercado. “Só para se ter uma ideia, esse empresário do Guarujá negociava com vários fornecedores descontos de 10% sobre os produtos, agora como Petland ele terá 15%, e ainda não precisa comprar mais toneladas de rações para conseguir o desconto. O desconto aumenta e a quantidade necessária de compra diminui”.


A estratégia para crescer fora de São Paulo é descentralizar a operação com máster franqueados regionais. Atualmente, a Petland tem 4 Máster Franqueados – Bahia, Paraná, Espírito Santo e Litoral de São Paulo, abrangendo de Peruíbe a Ubatuba. “O plano de expansão para a Bahia prevê 25 lojas, para o Paraná 40 lojas, 15 unidades no Espírito Santo e 15 unidades no Litoral de São Paulo, nos próximos anos”, conta Albuquerque. Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Distrito Federal e Pernambuco estão na mira para expansão da marca.


“A Petland trouxe ao mercado brasileiro o conceito único no mercado pet. Lojas de bairro que forneçam uma experiência de compra inesquecível. Possuímos animais nas lojas e áreas de socialização, permitindo que as pessoas brinquem com os filhotes e tenham uma experiência de fato diferente”, explica Albuquerque.


Atrelado à interatividade com os clientes, a Petland capacita a rede de franqueados para aumentar a venda de acessórios, diminuir a dependência do serviço e da ração e, ainda, agregar valor ao mix com a possibilidade da venda de filhotes. Segundo Albuquerque, a cada dez lojas para animais que abrem, sete fecham em dois anos.


Dependendo do tamanho da loja, o faturamento pode chegar a R$ 876,00/m², num prazo de 24 a 36 meses. O investimento inicial na franquia é a partir de R$ 350 mil, incluindo o treinamento de 10 dias na Universidade Petland, sediada nas lojas modelo da rede pelo país, e o contrato é de cinco anos.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Novas unidades franqueadas , Franquias , Master franqueado , petland , franquia de petshop