N1 Chicken aproveita o melhor momento do frango frito e se torna uma das maiores do Brasil no setor

Publicado em 14/11/2019 por Imprensa

Nascida no Espirito Santo, a rede já possui 85 unidades comercializadas e um faturamento de R$ 18 milhões

Segundo dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), o Brasil é conhecido mundialmente como “Celeiro do Mundo”, hoje são mais de 150 mercados importadores de carne de frango no país e só no início de 2019, as vendas ao exterior totalizaram US$ 526 milhões de reais.

Para os especialistas em food service, esse cenário e o fator de que a alimentação fora de casa representa hoje cerca de 28% do gasto da população, são propícios para criação e popularização de redes de fast foods que possuem o frango como carro chefe de seus cardápios.

Como é caso do N1 Chicken, empresa brasileira especializada em delivery de frango frito. Fundada em 2017 por cinco jovens empreendedores em um cenário desafiador, se considerarmos que a criação de novas redes é um meio arriscado devido ao crescimento do mercado alimentício e aumento da concorrência, além da crise econômica do país. 

Marca brasileira, mesmo com nomeação em inglês, o N1 Chicken se apoia em três pilares: criatividade, colaboração e simplicidade. Como o próprio nome diz, seu carro chefe é a produção de frango frito crocante, que é preparado com tempero exclusivo. “Passamos um ano testando as combinações até chegar no equilíbrio perfeito. Nosso tempero é tão secreto que apenas dois dos cinco sócios possuem a receita”, comenta Rafael Matos, sócio da rede.

O ingresso da marca no franchising se deu após seus fundadores testarem o modelo de negócio – que foi desenvolvido com foco no delivery. O investimento inicial para a criação do N1 Chicken, incluindo desde a implantação da unidade piloto e todos os estudos para criação do modelo de negócio foi de R$ 100.000. Hoje a rede possui um faturamento de R$ 18 milhões. Para se adquirir uma unidade é preciso desembolsar cerca de R$ 94 mil e o faturamento médio mensal é de R$ 60 mil.

A Associação Brasileira de Franchising projeta que o crescimento do setor de franquias em 2019 deve ser de cerca de 7% em faturamento e de 5% em unidades franqueadas e empregos gerados. Já o volume de redes em operação no País deve ter um leve crescimento de cerca de 1%. Já a expectativa do N1 Chicken é finalizar 2019 com 100 unidades comercializadas.

Financiamento

A oferta de crédito para franquias tem crescido nos últimos anos, estimulada pelo cenário de juros baixos e crescimento. Sabendo disso e conhecendo o potencial da rede, o N1 Chicken passou a oferecer um financiamento parcial do valor de investimento diretamente com a franqueadora.

Desde junho deste ano, o interessado em abrir uma unidade do N1 Chicken, pode financiar 20% do valor total do investimento. “Nós faremos o marketing inaugural e daremos o estoque inicial de embalagens e tempero, que representa 20% do valor de investimento e o franqueado pagará em 12X com o lucro da unidade”, comenta Luiz Castro, consultor de expansão da rede. Das 85 unidades comercializadas, 14 já utilizam desse método.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de alimentação , Franquias de fast-food , Franquias de delivery , N1 Chicken