Microfranquia de Seguros é um dos segmentos que mais crescem no Brasil com alta rentabilidade

Publicado em 11/12/2015 por Imprensa

Se tornar um franqueado pode oferecer novos ares para quem busca o novo: “O importante é ter identificação com a marca”

Ter o seu próprio negócio, esse é o sonho de muitos brasileiros, principalmente no momento em que a economia nacional se apresenta instável e muitos brasileiros estão sendo dispensados de suas funções. Mas como ter seu negócio sem comprometer o orçamento? A resposta pode ser investir no franchising.


Mas é preciso ter cuidado também para investir em franquia, tem que analisar muito bem o mercado de sua região e o crescimento no segmento. “Muitos investidores optam pela franquia e investem em algo que está em alta no mercado, mas não combina com ele. Outros acreditam tanto no seu sonho que abrem um negócio sem estudar o mercado local e quebram em pouco tempo. É necessário em primeiro lugar que o franqueado se identifique com a rede, faça algo que ele realmente goste, após isso ele tem que realizar um estudo mercadológico para ver se aquele segmento é realmente viável para sua região”, explicou Carlos Alexandre Gomes, diretor da San Martin Franchising, sobre os cuidados ao se escolher uma rede para investir.


Com todo esse contexto, você já pensou em mudar de profissão, buscar algo novo e realmente mudar de vida? Algumas profissões no mercado podem proporcionar ganhos excelentes mesmo em momentos de inconstância financeira e não exigem que você seja formado em tal área. Já pensou em trabalhar no ramo de seguro? Hoje muitas pessoas preferem investir em seguro para garantir o seu bem. Você pode se tornar um especialista em previdência e planejar sua trajetória de olho no futuro, pode trabalhar com seguros residenciais e de automóveis, ou até mesmo trabalhar e oferecer tudo isso ao seu cliente e mais alguns modelos de seguros que estão ganhando o mercado.


Mas o que é necessário para se tornar um corretor de sucesso? O que faz um Corretor de Seguros? O principal dever do corretor é prestar um bom serviço ao seu cliente, isso inclui: Análise de risco: verificando as possibilidades de prejuízos e recomendar as apólices mais adequadas; Elaborar um Programa de Seguros; estabelecer prioridades para o bom atendimento do cliente; Assessorar o Cliente; auxiliar na escolha da seguradora levando em conta o melhor atendimento técnico e econômico; e orientar quanto às renovações; Acompanhamento das Modificações; comunicar mudanças ocorridas na vigência das apólices e indicar medidas aconselháveis; Preparação dos elementos, obtendo melhores coberturas ou redução dos prêmios e melhorando as condições de segurança para evitar riscos.


Se tornar um Corretor de Seguros se tornou atrativo, mas você não tem formação para trabalhar como corretor de seguros? Segundo a Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg), o setor brasileiro de seguros deve fechar este ano com o crescimento de 12%, com a tendência de expansão para 2016. “Mesmo com alguns produtos expostos a crise como os setores de consumo e automotivo, o segmento vem avançando bem 2015”, salientou Gomes.


O mercado de seguros é bem rígido com suas regras, entre elas a exigência do FENENSEG, que habilita o candidato a Corretor de Seguros por meio de prova de capacitação técnica em exames específicos. Mesmo com tantas burocracias, a rede de franquias San Martin Seguros Franchising pode te auxiliar nesse começo de mudança de vida.


Na San Martin, o franqueado ao se inserir na rede se torna um representante da marca. “Muitos franqueados nos procuram antes de tirar o registro necessário para exercer a profissão de corretor de seguros. Ele se torna automaticamente um representante e nós fornecemos todo o suporte para o início da operação e a equipe da franqueadora finaliza o processo de venda, enquanto o franqueado realiza o curso para obter o registro de corretor de seguros. Assim ele já inicia suas atividades em busca de bons ganhos ainda em formação. É uma maneira que encontramos de incentivar os empreendedores a ter o próprio negócio”, finalizou Carlos Alexandre Gomes.


A rede oferece um vasto leque de seguros para que seu franqueado trabalhe, desde os convencionais como residenciais e automotivos até os mais modernos como seguros de bikes e celulares. “Nossos franqueados podem trabalhar com todos os seguros, mas existem aqueles que preferem focar em um ou dois segmentos”, contou o diretor. O segmento oferece diversas oportunidades de negócios, e claro, de ganhos. “O ganho varia de franqueado para franqueado, variando de acordo com o esforço de cada um, podendo chegar até R$ 10 mil por mês”, completou.


Investimento, atuação e suporte


Segundo Carlos Alexandre, a rede oferece um modelo de negócios diferenciado para seus franqueados. “Além do suporte e treinamento de ponta onde visamos sempre o sucesso individual de cada um dos franqueados. Outro grande atrativo é o baixo investimento por parte do franqueado, atualmente para abrir uma unidade da San Martin a pessoa precisa de R$21.900 (taxa de franquia R$16.900 + capital de giro R$5mil) um valor baixo, com um retorno em até 12 meses”, disse.


Além do baixo investimento, outro diferencial da rede é o seu modelo de negócio, onde o franqueado pode escolher por trabalhar em um escritório, ou ter um home office. “A San Martin permite que o franqueado inicie seus trabalhos no modelo home based, trabalhando em casa e economizando nos gastos iniciais do negócio. Caso depois ele resolva abrir um escritório, essa transação é realizada sem nenhum problema. Vale lembrar que a taxa de franquia é a mesma, o que muda são realmente os gastos, já que para abrir um escritório o franqueado terá gastos com aluguel e funcionário, além de luz, telefone e outras contas fixas, por isso indicamos que iniciem o trabalho no modelo home, e após conseguir uma carteira de clientes ele migre para o office”, finalizou o diretor executivo.


A rede vem se destacando também pelo suporte oferecido aos seus franqueados. “Fazemos questão de estar sempre em contato. Nossos franqueados podem ligar para a franqueadora para tirar dúvidas a qualquer momento. Disponibilizamos sempre cursos online através da nossa universidade Corporativa que os auxiliam em determinado assunto”, explicou Gomes. Além do treinamento presencial com duração de cinco dias, o franqueado possui os treinamentos online, vídeo conferencias e contato telefônico. A franqueadora disponibiliza vários meios para que seus franqueados possam atender seus clientes da melhor forma.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de serviços , Franquias , Franquias de baixo investimento , San Martin Franchising