Grupo de investidores do CEBRAC inaugura a 3ª escola em julho

Publicado em 29/06/2017 por Imprensa

Os irmãos Gardiano resolveram deixar suas carreiras executivas para empreender em 2014 com ajuda das esposas; a primeira escola foi aberta em São José do Rio Preto

Em julho, o CEBRAC inaugura escola na cidade de Franca (SP). A unidade – a terceira do mesmo grupo de franqueados – faz parte do projeto de expansão da rede por meio destes investidores. Após uma década de “namoro com o CEBRAC”, em 2014, os três irmãos Rogério, Admar e Guilherme Gardiano estudaram com mais afinco o mercado de franchising e resolveram os três que era o momento certo de deixar para trás suas carreiras executivas.

Junto das esposas Virlaini e Mônia, tomaram uma decisão: em busca de passar mais tempo com a família, aproximando os netos dos avós, compraram a primeira unidade CEBRAC, em São José do Rio Preto (SP). Um ano depois, inauguraram a escola de Ribeirão Preto (SP).

“Para nós, o que diferencia o CEBRAC das demais franquias do segmento é o suporte oferecido ao franqueado e a transparência em relação aos números. Essa combinação nos cativou e negociamos, ao todo, sete escolas para o interior do Estado de São Paulo”, afirma Rogério Gardiano. Assim, a família vai inaugurar mais quatro escolas – uma a cada 12 meses. Nos próximos anos Marília, Bauru, Araçatuba e Catanduva passarão a ter uma escola da franquia de ensino profissionalizante.

“Crescer na convivência da família não tem preço. Nosso pai era formado em Direito, mas nunca chegou a advogar para poder nos criar e nos oferecer uma boa educação – e, para isso, ele manteve um emprego por 35 anos em uma empresa de energia do interior de São Paulo”, conta Rogério. “Sabemos o quanto foi difícil para ele entender que estávamos abrindo mão dos nossos empregos para empreender e temos uma gratidão enorme por ele aceitar tudo isso e, em troca, podermos oferecer educação a tantas outras pessoas”, completa.

Rogerio afirma que, além da alta rentabilidade do modelo de negócios do CEBRAC, a rede atraiu o grupo também por permitir que os alunos mudem de vida. “Estamos deixando um legado para a sociedade, pois lapidamos muitos profissionais e os encaminhamos para o mercado de trabalho. Existem muitos outros negócios, mas sem o perfil de transformação e de impacto do CEBRAC que tanto nos motiva”, ressalta. Ao todo, as unidades ativas empregam 60 pessoas diretamente.

A primeira escola dos sócios, de São José do Rio Preto, foi reconhecida em 2016 pela Associação Comercial e Industrial da cidade (ACIRP) com o prêmio “Empresa do Ano”, na categoria Pequena e Média Empresa (PME). “O reconhecimento de nosso trabalho nos motiva ainda mais a seguir em frente”, aponta Rogério.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Investir em franquias , Franquias de cursos profissionalizantes , Cebrac , Franquias de educação