Franquia Petland cresce sua participação no estado do Paraná

Publicado em 21/02/2017 por Imprensa

A quarta unidade da rede fica na região do Champagnat, no bairro do Bigorrilho, capital de Curitiba

Com dois anos de operação em Curitiba, no estado do Paraná, a Petland vem mantendo seu crescimento, mesmo num cenário de instabilidade econômica. A quarta loja da rede de franquia para pet shop acaba de ser aberta na região do Champagnat, no bairro do Bigorrilho.

“Desde que iniciamos a operação em Curitiba, temos conseguido boa receptividade do mercado. O diferencial no atendimento da Petland, por meio da experiência de compra, transmissão de informação e preços atraentes, são os nossos principais “pilares” frente à concorrência”, afirma Fernando Belleza, master franqueado no estado.

Os planos de expansão para 2017 têm como foco a conversão de bandeira. A meta é converter três lojas. Também está prevista a abertura de uma loja própria no bairro de Água Verde.

“Temos notado também um interesse de grandes players do mercado em ampliar os negócios em Curitiba, mas nenhuma rede com o modelo da Petland. Atualmente, são cerca de 1800 lojas na cidade, e ainda predominam os pet shops e aviários de bairro, porém as grandes redes e franquias tiveram um crescimento significativo nos últimos três anos”, avalia Belleza.

Dessa forma, o mercado pet mantém-se forte, ainda que a situação econômica do país tenha influência no consumo. “As pessoas podem comprar uma ração mais barata e/ou diminuir a quantidade de banho do seu animal de estimação, mas não deixam de consumir. Nossos 200 melhores clientes têm um ticket médio mensal de R$ 500”, revela o máster franqueado.

Novos franqueados

Os proprietários da nova unidade da Petland, os empresários Marcelo Mayr e Rafael Pena Gonzales, conheceram a marca pela expansão da rede em Curitiba, e tiveram o primeiro contato com a empresa durante a ABF Franchising Expo, em 2016. “Primeiramente, iniciamos uma pesquisa de mercado, para levantar informações e dados em diversos setores potenciais. A partir desse estudo detalhado, conhecemos o projeto da Petland e decidimos que era o momento ideal para ingressar no setor pet”, contam os proprietários.

De acordo com eles, o interesse em ser um franqueado de uma grande marca iniciou quando identificaram a dificuldade em começar uma operação sem experiência no universo pet.  “Por isso, decidimos que o know how de mercado, de vendas e de abordagem de clientes da Petland seriam de suma importância para o sucesso do negócio”, afirma Pena.

Em relação aos desafios,  Mayr diz que os brasileiros ainda estão descobrindo a real dimensão do mercado pet, e é responsabilidade das marcas, como a Petland, a transmissão dessas informações, orientando os consumidores quanto aos produtos e

serviços disponíveis no mercado. “Esse conhecimento capacita o cliente para identificar as qualidades de cada rede. Com o amadurecimento do mercado, os pet shops buscam a excelência para conquistar o consumidor cada vez mais exigente”.

Na nova loja de 180m2, os clientes terão uma área exclusiva para interagir com diversas raças de cães, entre eles Beagle, Labrador, Spitz Alemão, Fox Paulistinha,  Jack Russel Terrier,  Daschund,  Bulldog Francês,  Chihuahua e  Bichon Maltês.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Novas unidades franqueadas , Franquias , Franquias de pets , petland , franquia de petshop