Empreendedores evoluem de franquia Home Office para modelo de loja e faturam R$ 1 milhão

Publicado em 10/11/2015 por Imprensa

Na franquia da Poltrona 1 Turismo, os franqueados iniciam com uma franquia Home Office, com investimento de aproximadamente R$ 12 mil e têm a chance de evoluir para lojas de rua

O casal Rosana e Laerte Algate eram franqueados dos Correios e resolveram investir também numa franquia modelo Home Based da Poltrona 1 Turismo. Como conheciam muita gente, ofereciam pacotes de férias e viagens para os clientes dos Correios, trabalhando de casa mesmo. No início, eles faturavam cerca de R$ 15 mil ao mês com o negócio e perceberam que se a dedicação fosse em tempo integral, o faturamento poderia crescer muito.


"Quando resolvemos investir nosso tempo só com a Poltrona1, nosso faturamento cresceu muito e, mais tarde, tivemos que abrir nossa primeira loja física porque não conseguíamos mais atender só o Home Office. O home office é a porta de entrada para a loja, porque no início investimos pouco e podemos crescer sem tantos custos fixos", explica Rosana. Quatro anos depois da abertura da primeira loja física, em 2008, o casal abriu sua segunda loja. Hoje, o faturamento dos franqueados já chega a R$ 1 milhão ao mês.


A franquia Poltrona 1
Com 80 franquias espalhadas em diversas cidades brasileiras, a POLTRONA 1 foi a primeira rede de franquias do país a formatar seu negócio para Home Office com investimento inferior a R$ 12 mil. Para criar um diferencial no mercado, porém, resolveu não seguir a moda de muitos portais de viagens "self service", ou seja, onde o cliente pesquisa preços e fecha pacotes sem precisar falar com ninguém. Ao contrário disto, a Poltrona 1 resolveu investir em treinamento para os franqueados se tornarem verdadeiros consultores de viagens e preparar pacotes com todos os detalhes da preferência e disponibilidade financeira de cada cliente.


"Nós acreditamos que a compra de uma viagem é a realização de um sonho e muitas vezes, os clientes fecham pacotes pela Internet sem saber de detalhes importantes sobre o destino, que só quem conhece pode orientar. Por isso, nossos franqueados são profissionais e estão preparados para atender a todas as necessidades de quem não quer ter nenhum problema durante todas as etapas da viagem", explica Oldemar Teixeira, proprietário da rede Poltrona 1.


Como não há a necessidade de ponto comercial, já que os franqueados vão até os clientes, o investimento é de apenas R$ 11.824,00. Neste valor, está incluído o treinamento e mais um grande diferencial da franquia: consultoria de campo voltada para vendas. O faturamento mínimo esperado de uma unidade é de R$ 100 mil ao mês, com uma lucratividade de 12 a 13%.


Fundada em 1991, a Poltrona 1 quer agora chegar às capitais e principais cidades do país onde ainda não está, como Amazonas, Pará, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Sergipe, Rondônia, Roraima e Acre. A expectativa da empresa, que faturou R$ 84 milhões no ano passado, é abrir mais 12 unidades este ano e aumentar em 20% o faturamento.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Franquias home based , Franquias de turismo , Poltrona 1 , Franquias até 15 mil