Dezembro e janeiro, meses difíceis para começar algo novo. Mas não para estas franquias

Publicado em 02/02/2017 por Luiz Marcondes

Quebrando as “regras”, duas redes abriram novas unidades nos meses difíceis do ano dezembro e janeiro. Em dezembro, o público está focado nas festas de fim de ano. Em janeiro, já não tem dinheiro para gastar ou saiu de férias. E aí? Vale mesmo a pena começar algo justamente nessa época?


Conversamos com dois executivos de franquias que acreditaram que sim, vale a pena.


Um deles é Murillo Piotrovski, Diretor de Marketing da GrandVision by Fototica. Essa rede de varejistas óticos tem investimento inicial de R$420 mil, com taxa de franquia de R$50 mil e previsão de retorno em 24 meses. O grupo está presente em 44 países e aposta em toda essa expertise para encarar abertura de novas unidades em qualquer época do ano.


Também entrevistamos Anderson Galvez, diretor de operações da ORTOPLAN – Especialidades Odontológicas.


A ORTOPLAN Clínica de Ortodontia, foi fundada em 1998 pelos ortodontistas Dr. Alessandro Schwertner e Dr. Faisal M. Ismail em Foz do Iguaçu, Paraná.


A marca se tornou franquia e se associou à ABF em 2007 e hoje tem clínicas odontológicas em quase todo o Brasil e no Paraguai.


O investimento inicial é de R$130 mil com taxa de franquia de R$25 mil.


Com a palavra, Murilo da GrandVision by Fototica.


Mapa das Franquias: Dezembro e janeiro costumam ser considerados meses difíceis para se começar um negócio, incluindo aí as franquias. Por que a opção de abrir novas unidades nessa época do ano?


Murillo Piotrovski: A GrandVision by Fototica é uma rede consolidada no mercado e inauguramos cerca de 20 unidades ao longo de 2016. Apenas no mês de dezembro foram três novas lojas, localizadas em São Paulo, Mogi das Cruzes e no Rio de Janeiro. A abertura de lojas foi uma oportunidade extremamente positiva para nossos franqueados, principalmente porque as unidades estão localizadas em shoppings, quando tivemos um aumento da circulação de pessoas por conta do natal e troca de presentes. Além disso, estamos no verão, quando temos um incremento natural na procura por óculos solar.


Mapa das Franquias: Quais as vantagens e desvantagens de abrir uma nova unidade em um mês de verão? Isso teve alguma influência na escolha?


Murillo Piotrovski: Realmente nessa época do ano a procura por óculos solar é maior que nos outros meses do ano, mas esse não foi um ponto determinante para a abertura das lojas. Os franqueados já possuíam interesse nesse mercado a coincidência com a sazonalidade deixou o negócio ainda mais atrativo para seu início. Outro ponto que vale destacar é que nos meses de janeiro e fevereiro percebemos um incremento nas vendas de óculos receituários e lentes de contatos. Geralmente nesse período as pessoas costumam ir ao oftalmologista para fazer exames de rotina, aumentando a busca por esses produtos. 


Mapa das Franquias: Quais os planos para 2017? Alguma estratégia ou promoção especial para contornar um cenário recessivo?


Murillo Piotrovski: Queremos manter o ritmo de crescimento e fortalecer as parcerias com nossos franqueados. Vemos um grande potencial para expansão em shoppings centers. Percebemos a abertura de novos empreendimentos em todo território nacional, fator esse que impulsiona o crescimento do franchising e nos deixa ainda mais otimistas com relação às vendas. Vamos ampliar nossa atuação nas regiões onde já possuímos lojas além de buscar novos mercados potenciais pelo país, em praças como Minas Gerais e Brasília.


Temos boas expectativas. Para se ter uma ideia, o mercado brasileiro tem potencial para triplicar o número de usuários de óculos, hoje em 18 milhões. Já com relação ao mercado de franquias, a ABF divulgou recentemente as expectativas para este ano e o crescimento deve ficar entre 6 e 8%.


A seguir, o ponto de vista de Anderson Galvez, diretor de operações da ORTOPLAN – Especialidades Odontológicas.


Mapa das Franquias: Dezembro e janeiro costumam ser considerados meses difíceis para se começar um negócio, incluindo aí as franquias. Por que a opção de abrir novas unidades nessa época do ano?


Anderson Galvez: Antes de tudo, importante ser dito que a nossa marca tem uma Universidade Corporativa chamada UNI-ORTOPLAN. Nela, o Franqueado tem diversas aulas. Uma delas é a de Marketing e de Estratégias de Mercado, cujo intuito é prepara-lo para a sua inauguração. Além disso, mesmo após a inauguração, a Ortoplan realiza treinamentos locais, dando ênfase ao Marketing de Serviço; Marketing Digital; Marketing Pessoal; Mobile Marketing e Pesquisa de Marketing. Portanto, nota-se claramente a preocupação da nossa marca em ensinar o Franqueado a captar e manter seu cliente na sua unidade em qualquer época do ano ou situação do país.


Em qualquer inauguração da Ortoplan há um trabalho forte junto ao nosso público alvo (amplo e diversificado), com várias ações acontecendo antes, durante e depois da inauguração que garantem bom resultado em cada etapa do evento, independentemente do mês do ano. A vantagem para o Franqueado é ver seu investimento dando frutos rapidamente, sem a necessidade de ficar pagando aluguel e outras despesas!


Além de tudo isso, acreditamos que nos 12 meses do ano devem acontecer aberturas de franquias, independente da região do Brasil. Temos muitas culturas diferentes, o país é muito grande e o custo operacional de uma franquia é algo a se ter muita cautela. Sabedores disso e entendendo que nosso negócio tem uma curva de aprendizado suave, adotamos por inaugurar nesta época já ajustando com o franqueado no capital de giro dele pelos feriados presentes nesta época. Isto traz pra ele um começo de 2017 com muito mais conhecimento do negócio e mais fortalecido para enfrentar o ano.


Mapa das Franquias: Quais as vantagens e desvantagens de abrir uma nova unidade em um mês de verão? Isso teve alguma influência na escolha?


Anderson Galvez: A regra geral de qualquer outra marca para um evento é ter uma data que não coincida com feriados ou com outros eventos que possam ser de interesse do seu público-alvo. Contudo, a inauguração em dezembro ou janeiro de uma clínica Ortoplan tem como vantagens o espírito das festas de final de ano (época em que as pessoas têm o desejo por beleza – estímulo para realização de novos tratamentos); as férias coletivas (disponibilidade para participar do evento e realizar alguns procedimentos odontológicos);  menos trânsito nas grandes capitais (facilita a circulação e melhora o bom humor de todos); maior aproveitamento do dia (a partir das 5:30 da manhã já tem sol e anoitece lá pelas 20:00 horas).


Mapa das Franquias: Quais os planos para 2017? Alguma estratégia ou promoção especial para contornar um cenário recessivo?


Anderson Galvez: Para 2017 temos como plano atingir 78 franquias com ênfase em todo território nacional. Nossas estratégias envolvem novas ofertas de serviços; diversos treinamentos para o setor de vendas; seminário sobre atendimento para o time de suporte da Franqueadora; exploração a novos segmentos de clientes e diversos incentivos especiais.


 Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Franquias de odontologia , Dicas para investir em franquias , Plano de expansão , Franquias de óticas , GrandVision by Fototica , Ortoplan