Crescimento de dois dígitos em reservas embarcadas, EBITDA ajustado e Lucro Líquido ajustado no 3T

Publicado em 12/11/2015 por Imprensa

A CVC Brasil S.A.(BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo das Américas, divulga os resultados do terceiro trimestre de 2015.


DESTAQUES DO PERÍODO*
* As reservas confirmadas totalizaram R$1.369,5 milhões no 3T15, representando queda de 0,3% em comparação com o 3T14. Nos 9M15 as reservas confirmadas atingiram R$3.880,8 milhões, crescimento de 7,4% em comparação com 9M14.
* As reservas embarcadas atingiram R$1.291,4 milhões no 3T15, crescimento de 19,9% em comparação com o 3T14. Nos 9M15 as reservas embarcadas totalizaram R$3.736,4 milhões, crescimento de 16,2% versus 9M14.
* EBITDA ajustado de R$117,9 milhões no 3T15, crescimento de 18,3% quando comparado com o 3T14. O EBITDA Ajustado no 9M15 foi de R$295,5 milhões, 18,7% superior ao dos 9M14.
* Lucro líquido ajustado de R$54,4 milhões no 3T15, aumento de 20,5% em relação ao 3T14. Nos 9M15 o lucro líquido ajustado foi de R$132,6 milhões, representando crescimento de 25,6% versus o mesmo período do ano anterior.
* O retorno sobre o capital investido (ROIC) do Grupo CVC (CVC, RexturAdvance e Submarino Viagens) ao longo dos últimos 12 meses findos em 30 de setembro de 2015 atingiu 43,2%, enquanto que o ROIC da CVC nos últimos 12 meses findos em 30 de setembro de 2014 foi de 39,9%.


*Nota: Os dados excluem a RexturAdvance e Submarino Viagens, exceto quando indicado


Comentários da Administração
O ambiente macroeconômico no Brasil continuou bastante desafiador e o 3T15 foi marcado pela alta volatilidade da taxa de câmbio, o que fez com que os consumidores postergassem a compra de pacotes internacionais, aguardando a estabilização da taxa de câmbio. Como já observado no passado, o consumidor é tão sensível à volatilidade cambial quanto à própria taxa de câmbio. A queda da confiança do consumidor e a desvalorização do Real de 55,5% no 3T15 fizeram com que os consumidores adquirissem os seus pacotes mais próximos da data da viagem (o período médio entre a venda e a viagem diminuiu 8 dias quando comparado com 3T14). Promoções de última hora (Mega Promos) realizadas por nossos fornecedores contribuíram para esta mudança no comportamento do consumidor. Conforme demonstrado no gráfico abaixo, as Reservas Confirmadas no 3T15 para embarque no mesmo trimestre apresentaram um forte crescimento de 14% em comparação com o ano anterior, enquanto que as reservas para embarques no 4T15 e em 2016 apresentaram queda de 6%.


Continuamos adaptando nosso portfólio de produtos ao cenário econômico atual através de ofertas bastante atrativas de produtos de curta duração e aumento das vendas de serviços de valor agregado (seguros, alugueis de carros, excursões no destino, etc.), dentre outras iniciativas, suportadas por uma efetiva estratégia de marketing. Recentemente lançamos uma nova modalidade de seguro com o Bradesco, que cobrirá o pagamento da viagem em caso de certos eventos inesperados (ex.: desemprego ou incapacidade física prolongada). No caso da ocorrência de um sinistro, o segurado receberá um bônus equivalente a 20% do valor do pacote para ser utilizado durante a viagem. Este tipo de seguro é inédito no segmento de turismo, sendo que a CVC não assumirá nenhum risco.


Inauguramos 20 novas lojas no 3T15, totalizando 103 aberturas nos últimos 12 meses e atingindo 954 lojas exclusivas em Setembro de 2015.


Esperamos acelerar a quantidade de aberturas daqui em diante, uma vez que mantemos nossa meta de abertura de 100 lojas em 2015. Estamos perto de concluir nosso plano de expansão de lojas para o período de 2016 a 2018, já temos o compromisso de 43 master franqueados para a abertura de 259 novas lojas durante este período de 3 anos (o total de aberturas deve ultrapassar 300 lojas quando o plano estiver concluído).


O cenário econômico atual aumentou a demanda por viagens dentro do Brasil, uma vez que os pacotes domésticos tornaram-se mais atrativos em comparação com os pacotes internacionais. Desse modo, lançamos novos materiais promocionais e aumentamos a presença desses produtos nas nossas vitrines.


Em 31 de Agosto de 2015 foi concretizada a aquisição do controle da RexturAdvance (51% do capital social) e do Submarino Viagens (100% do capital social). Um mês após a aquisição criamos organizações mais eficientes e flexíveis através da eliminação de posições sobrepostas. Esta nova estrutura organizacional permitirá que as companhias sustentem as suas estratégias de crescimento e reduzam custos significativamente, sendo que os três negócios continuarão a operar de forma separada. Adicionalmente, continuamos a buscar oportunidades de redução de custos e cross-sell de produtos de viagem, incluindo hotéis corporativos e locação de carros.


OS RESULTADOS DA CVC PODEM SER VISUALIZADOS, NA ÍNTEGRA, NO WWW.CVC.COM.BR/RI, NA SEÇÃO "DOCUMENTOS ENTREGUES À CVM"


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Franquias de turismo , CVC