Comprei uma Franquia de Turismo, e agora?

Publicado em 19/03/2020 por Imprensa

Flyworld Viagens dá dicas para os novos empreendedores da área de turismo

Os bons números do setor de franchising e o alto índice de desemprego registrado nos últimos anos tem feito com que muitos brasileiros encontrem no empreendedorismo uma forma de driblar a crise.  Nesse contexto, dentro do mercado de franquias, o segmento de Hotelaria e Turismo tem se destacado. De acordo com a ABF (Associação Brasileira de Franchising), esse segmento registrou um crescimento de 5,2% em 2019 comparado ao ano anterior.

A decisão pela compra de uma franquia envolve muitas questões, inclusive emocionais. Ao mesmo tempo que o empreendedor fica eufórico por estar iniciando um negócio próprio, existe o medo de fracassar. Por esse motivo, para Márcia Ximenes, diretora de expansão da Flyworld Viagens, é muito importante que o futuro empresário conheça o seu perfil. “Seja por vontade ou necessidade, é de extrema importância que a pessoa que deseja empreender se conheça e avalie se o seu perfil é compatível com o da franquia que está pretendendo adquirir. Aqui na Flyworld, antes de aprovarmos um novo franqueado, realizamos uma entrevista para avaliar o perfil desse candidato. Para o nosso negócio especificamente, precisamos de pessoas com perfil comercial”, afirma Márcia.

Depois de todo o processo de pesquisa e análise, quando a compra é efetuada e o negócio está pronto para iniciar a operação é muito comum que os novos empreendedores se sintam confusos e perdidos. Para ajudar nesse início, seguem algumas dicas da Márcia:

Seja próximo da Franqueadora: um dos principais motivos de se optar por uma franquia é ter a disposição Know-how e suporte, então a dica mais importante para o novo franqueado é estar próximo da franqueadora e utilizar os materiais e ferramentas disponibilizados. “Na Flyworld, a maior parte dos franqueados não possui experiência no mercado de turismo, então essa proximidade é essencial no início do negócio”, afirma a diretora.

Busque Conhecimento: independente da área de atuação, a busca por conhecimento é vital para todos que desejam ter sucesso profissional. No mercado de turismo, conhecer as peculiaridades dos destinos que estão sendo oferecidos para os clientes é decisivo para efetuar a venda. Lembre-se que o cliente só vai comprar uma viagem com quem conquistar a confiança dele.

Divulgue seu negócio: como mencionado no item anterior, o cliente compra de quem inspira confiança. Levando em consideração essa premissa, será mais fácil, no início do negócio, vender para pessoas do seu círculo de amizades. Então divulgue sua agência de viagens para todos os seus conhecidos. Além disso, as redes sociais ajudam muito na divulgação e, sendo utilizadas para gerar conteúdo relevante, geram autoridade e credibilidade para o seu negócio.

Bom atendimento: um cliente satisfeito tem 70% de chances de comprar novamente com você. Além disso, ele pode indicar a sua empresa para outras pessoas. Por isso, oferecer um atendimento personalizado irá diferenciar a sua empresa no mercado.

Seja persistente: todo negócio precisa de tempo para gerar resultado, no turismo não é diferente. “Muitas pessoas quando optam por uma franquia acreditam que o resultado será imediato, mas isso não existe. Nós já tivemos casos de franqueados que em 8 meses recuperaram 10 vezes o valor do investimento, mas deixamos claro para os novos empreendedores que essa não é a regra. A média da Flyworld para retorno de investimento gira em torno de 6 a 12 meses”, finaliza Márcia.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de turismo , Flyworld