Casa Graviola – Amor em forma de prato

Publicado em 13/11/2018 por Imprensa | Ultima Atualização em 21/11/2018

Muito mais que uma marca, um estilo de vida.

Adotando esse lema, a Casa Graviola, busca oferecer aos clientes saúde em forma de alimento através de um ambiente receptivo e acolhedor. Tendo à frente os sócios Abner e Manoela Cabral — ele, sempre com uma alma empreendedora, largou a carreira militar e se especializou em Gastronomia. Ela, filha de comerciante, designer de moda, e responsável por toda a parte de identidade da marca, que hoje dá seus primeiros passos como franquia, mas já com futuro promissor. Com 3 lojas próprias e 3 franquias abertas, a ideia é expandir ainda mais para o ano que vem.

Entre um encontro e outro, pratos deliciosos foram criados

Um detalhe bacana entre empresas que tem como foco produtos e refeições saudáveis, é o fato de muitas delas começarem de um jeito bem diferente e dinâmico. Mais uma vez, a história da Casa Graviola serve como o cenário perfeito.

“Sobre 4 rodas o Graviola surgiu, ou melhor, antes dele nascer em forma de food truck, o projeto já tinha uma semente: os jantares na nossa casa. Entre almoços e jantares na floresta, nós só revelávamos o menu após todos terem terminado o prato, e sempre era o mesmo tipo de indagação: ‘Como é inhame se é tão bom?’ ou ‘eu odeio batata doce e amei isso aqui’. Bingo! O Graviola nasceu ali”, conta Manu e Abner.

Mas, e qual era a inspiração para pratos tão diferentes e cheios de sabor? “Amantes de viagens, nós fomos provando cada vez mais novos sabores pelo mundo e adaptando em uma receita aqui e outra ali, uma pimenta da Jamaica, um tempero da Turquia, a vida de Bali."

“Em 2014, o que estava em alta eram os foodtrucks de lanches mais pesados, feitos de um jeito rápido e que ganharam realmente um grande espaço em todas as cidades brasileiras. Mas, nosso truck não só deu certo como foi uma sensação no Rio! Vimos, então, que o negócio podia ser maior!”, comenta o fundador.

“Após 2 anos em formato de foodtruck e muito animados, decidimos que era a hora de ter uma casa maior e receber mais amigos. A Casa Graviola surgiu! Assim como fizemos na nossa mesa de jantar, no food truck e agora na casa: Servir amor em forma de prato”, segue contando o executivo.

Receita de sucesso

E desde então o negócio não parou de crescer. O faturamento previsto para 2018 é de R$ 6,3 milhões e para 2019 a previsão é de R$ 20 milhões. Vale dizer ainda que dos restaurantes hoje em funcionamento, quatro estão no Rio de Janeiro, reduto conhecido pela boa alimentação e preocupação das pessoas em refeições que dão preferência por alimentos orgânicos e frescos. A quinta unidade do Graviola fica no Espírito Santo, caindo no gosto dos capixabas. E, a mais recente e que deve ser inaugurada em dezembro fica em Fortaleza, no Ceará. 

A meta de expansão é chegar a 10 unidades em operação em 2019. A ideia do negócio é ir além e conquistar outros estados brasileiros, onde há também uma enorme procura por alimentos gostosos, em pratos diferentes e cheios de sabor e, principalmente, feitos com produtos orgânicos. “Nosso principal objetivo agora é abraçar novas oportunidades e expandir a marca para outras regiões do País. A Casa Graviola está super bem preparada para esse passo importante”, comemoram Abner e Manoela.

Combinações que dão água na boca

O cardápio da Casa Graviola prioriza alimentos orgânicos e nutritivos com foco em sugestões saudáveis, que, incluem diversas opções veganas, além de saladas e entradas, hambúrguer, peixes, frangos, omelete, wrap, cheesecake, pudim de chia, tapioca, sucos e chá naturais. 

Um dos pratos mais pedidos é a Tilápia com purê de banana da terra e farofa de castanha

Muito mais que “modinha”, mercado de alimentação saudável cresce ainda mais no Brasil

O segmento tem conquistado espaço e destaque cada vez maior nas cidades brasileiras. Abrem as portas pensando em um público que está se firmando mais e mais, como amantes da boa comida, mas sem necessariamente ser gordurosa demais ou o contrário, sem graça. Os restaurantes saudáveis vieram para ficar.

E os números reforçam essa tendência: segundo o Euromonitor Internacional, está previsto para até 2021, só no Brasil, um crescimento de, mais ou menos, 4,41% anualmente do setor de alimentação saudável. Isso engloba o mercado não só de alimentos saudáveis, mais também de bebidas com esse viés. Hoje, o Brasil se posiciona no 5º lugar no ranking de países mais importantes nesse sentido.

Não à toa, a tendência de se alimentar bem foi além do público fitness e que está sempre de olho na balança, mas alcançou o perfil de pessoas que passaram a se preocupar com a saúde, com o que consome e em ter uma vida com melhor expectativa. 

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de alimentação , Alimentação Saudável , Casa Graviola