Água Doce Sabores do Brasil investe em inovações digitais para atrair e reter clientes

Publicado em 01/04/2019 por Imprensa

Rede investe em fotos 360 graus das unidades, plataformas de relacionamento com o cliente e cardápios diferenciados

Vivemos um período em que a vida segue uma onda completamente digital. Sendo assim, efetuar algumas mudanças para acompanhar as tendências é algo primordial para fazer com que o negócio prospere no mercado, independentemente do segmento de atuação. Na área de alimentação não é diferente. Para se relacionar com o consumidor que está mais conectado, a rede de franquias Água Doce Sabores do Brasil decidiu investir em inovações digitais, como fotos 360 graus dos restaurantes, novas plataformas para relacionamento com o cliente e um cardápio com QR Code e fotos com Realidade Aumentada.

O primeiro passo foi utilizar o fundo de propaganda para dar andamento ao projeto das fotos em 360 graus de todas as 80 unidades da rede. “A área de alimentação está associada ao atendimento físico, mas para galgar espaço no mercado e se destacar da concorrência é preciso aprimorar o contato e a presença digital da Água Doce. Dessa forma, quando o interessado efetua uma reserva, o franqueado pode mandar o link pelo WhatsApp do cliente que consegue visualizar os ambientes do restaurante e definir o local mais adequado onde deseja sentar. De um modo geral, quando a marca é pesquisada no Google e o consumidor não conhece bem os restaurantes, ele encontrará uma representação fiel da beleza da unidade, já que temos muito cuidado com o requinte dos nossos pontos de venda”, explica o diretor de Marketing, Edinei Lopes de Souza. Em consequência, a rede fica bem representada na Internet e futuros investimentos em Adwords se tornam mais eficazes. 

Ao chegar ao estabelecimento, a Água Doce utiliza outras ferramentas para se aproximar e fidelizar os consumidores. Desde 2016, por exemplo, as unidades utilizam o Wispot, uma plataforma que transforma o Wi-Fi do restaurante em um canal de comunicação e relacionamento com o cliente. Assim, é possível investir em publicidade direcionada e também pesquisas de opinião. A ferramenta também permite que os franqueados atualizem a base de dados, já que para utilizar o Wi-Fi é preciso cadastrar informações como nome, idade e sexo, que possibilitam identificar o perfil do público que visita o espaço, que varia de uma loja para a outra. A franqueadora sugere algumas perguntas e conteúdos, mas o mais interessante é que é totalmente viável usufruir da ferramenta pensando em ações regionais que auxiliam na conquista e fidelização de clientes.

Agora quando o assunto é aumentar o tíquete médio, a franqueadora aposta na UniÁguaDoce, um projeto criado em 2015 com o objetivo de capacitar não só os colaboradores, mas também todos os envolvidos no dia a dia das unidades da marca. “Atualmente, temos um programa interno chamado ATIM, que é bastante divulgado na UniÁguaDoce. Em resumo, o programa transforma em hábito a excelência no atendimento com dicas e um passo a passo bastante específico, por meio de vídeos gravados por colaboradores da própria Água Doce. Para verificar a efetividade dessa ação, a realização do passo a passo é conferida em visitas de cliente oculto. E, para estimular as unidades, os colaboradores são premiados, como incentivo a adoção das boas práticas que fortalecem o tíquete médio”, revela Edinei.

Além disso, todos os restaurantes da Água Doce apresentam cardápios totalmente reformulados. Além de acompanhar as transformações digitais, a rede apostou em ações ecologicamente corretas para reduzir a impressão de cardápios, já que também disponibilizava opções em inglês e espanhol. Os cardápios contam com QR Code, ou seja, quando o cliente acessa a versão virtual tem as informações nestes dois idiomas. Além disso, é possível consultar a tabela nutricional e a lista de alergênicos. Também haverá a aplicação de Realidade Aumentada. O cliente efetua o download do aplicativo da Água Doce. Em seguida, basta apontar o celular para as páginas marcadas com o selo de realidade aumentada e verá a página do cardápio se transformar em uma experiência áudio visual. São recursos para trazer comodidade e informação fundamental aos clientes.

“Esperamos que haja um encantamento pela parte dos consumidores. Por meio da realidade aumentada as imagens estáticas dos pratos ganham vida. Isso deve fomentar um aumento das vendas dos produtos selecionados e que são o carro-chefe da rede, como o escondidinho com aquele queijo derretido de dar água na boca, e a caipicerva, que trará uma página que vai se rasgar e ao fundo uma garrafa vai elegantemente encher a taça com a bebida. Além disso, na parte de lançamentos, o cliente vai ver e ouvir o chef Klaus Vidrik comentando sobre a receita criada por ele especialmente para a marca. Vimos que essas eram algumas das necessidades operacionais a serem implantadas, já que evoluções como essa vieram para ficar”, finaliza o diretor de Marketing.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de alimentação , Água Doce , Franquias de restaurantes