Vale a pena comprar uma franquia durante o isolamento social do novo coronavírus?

Publicado em 24/04/2020 por Imprensa

Por Alexandre Guerra, especialista em franquia e sócio fundador da Nação Empreendedora

Com o isolamento social imposto pelos governadores e prefeitos de cada cidade do Brasil para ajudar a combater a propagação do coronavírus, muitos empreendedores que antes estavam a ponto de investir em um negócio próprio adiaram o sonho de ser um PME com medo das perspectivas econômicas do país. Mas é válido comprar uma franquia durante a quarentena da pandemia?

No meu ponto de vista, este é o momento para quem tem uma economia e estava com o pensamento de investir em uma franquia, fazer suas propostas. Mesmo com este atual cenário de comércio fechados e isolamento social, o futuro empreendedor já pode começar a se movimentar e entrar em contato com os negócios que já o agradava antes da pandemia do coronavírus. Mas é preciso pensar duas vezes antes de qualquer passo. É importante observar se tem um horizonte de retomada econômico em vista, principalmente para o segmento do seu negócio.

Investir em franquia é sinal de segurança, e isso já foi observado em outros cenários de crise. Por fazer parte de um grupo, o empreendedor se sente seguro por diferentes motivos, mas o que pode ser o grande motivador é o suporte da franqueadora e o ganho de escalas como a negociação com fornecedores, investimento em marketing e mídia. Então, o franchising é um segmento positivo e que reduz os riscos do investidor.

Também é necessário entender o pós-crise do setor de atuação, se ele vai enfraquecer ou se fortalecer.

Outra dica para pessoas que estão em busca de um negócio próprio, sobretudo agora, são as franquias de repasse. No atual cenário, todos os ativos da economia estão desvalorizados e isso tem que ser aproveitado pelo futuro empresário. Os repasses podem ser adquiridos por valores abaixo do custo do investimento inicial anterior a crise. É bom observar as franquias que estão em dificuldade financeira, fizeram empréstimos e não conseguiram comprimir com as obrigações, com bom ponto comercial e potencial de crescimento. Estes são negócios com grandes chances de terem um resultado operacional sólido e com oportunidades boas de execuções.

Para os empreendedores que pensam em investir em uma microfranquia por conta do valor acessível, é necessário entender que o negócio é pautado 100% na ação do franqueado. O investir tem que possuir a sensibilidade e afinidade com o segmento e é preciso de um esforço para fazer a franquia ter lucro. Então, tem que analisar o segmento, se é possível geral faturamento e a capacidade do tempo do franqueado em se dedicar a operação, já que geralmente nas microfranquias não se possui funcionário.

Em uma visão geral, investir em uma franquia durante a quarentena do COVID-19 é uma oportunidade de negócio com grandes chances de sucesso no futuro. Os investidores conseguem negociar tanto o valor da franquia, como aluguel de ponto por conta da vacância e obter isenção de luvas se forem abrir um loja em shopping, por exemplo. É a chance para quem pensou em ser dono do próprio negócio aproveitar o custo de entrada menor.

Sobre Alexandre Guerra

Advogado de formação e mestre em Administração de Empresas com especialização em estratégia pelo Insper, Alexandre Guerra possui ampla experiência no segmento de varejo e serviços. Em sua carreira, Alexandre foi presidente do IFB – Instituto Foodservice Brasil e vice-presidente da Associação Brasileira de Franchising – ABF. Foi eleito pela Forbes de 2015, o Melhor Executivo do Ano no segmento de Alimentação pelo trabalho desenvolvido no Giraffas como CEO. Também foi sócio e fez parte do conselho administrativo do grupo de fast food. Atualmente, é sócio da Nação Empreendedora, rede de mentoria destinada aos pequenos e médios empresários fundada em 2019 e que conta com 150 membros.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Investir em franquias , Empreender , Dicas para investir em franquias