Nova franquia de tecnologia atrai empreendedores

Publicado em 17/03/2020 por Imprensa

Por Robinson Idalgo – criador do Revenda Software.

Empreendedores de todos os segmentos estão entendendo, cada vez mais, como toda a empresa, seja qual for o porte, demanda por tecnologia. Ter um sistema de gestão passou a ser essencial para otimizar o tempo de trabalho e, claro, ganhar vantagem competitiva em relação a concorrência.

Contudo, desenvolver sistemas eficientes não é uma tarefa simples, além de custar um alto investimento. Por isso, o conceito White label tem se tornado cada vez mais vantajoso para negócios de tecnologia, principalmente relacionados à ERP e plataformas de e-commerce.

E não é por acaso que hoje as principais iniciativas aconteçam nesta área. O setor de tecnologia está entre os que mais crescem no Brasil. Uma pesquisa realizada em 2019 pela Associação Brasileira das Empresas Software (ABES), mostra que o Brasil ocupa o 9º lugar no ranking mundial de investimentos em TI (software, hardware e serviços). Os dados mostram ainda que esses investimentos já chegam a US$47 bilhões, sendo US$10,5 bilhões (22,5%) relacionados apenas à software. Ou seja, se existem um setor no qual se deve investir, é esse!

A questão é que, quem comercializa sistemas de ERP costuma gastar muito tempo e recursos de desenvolvimento para criar funcionalidades específicas e mantê-las atualizadas. Portanto, adquirir esse tipo de franquia e ter um software White label permite com que o produto tenha a sua própria marca e seu domínio, porém, utilizando-se da tecnologia e do know-how de sistemas que já estão prontos para a venda e sendo utilizados com eficiência no mercado.

No fim das contas, para quem empreende na área de tecnologia, já possui uma empresa relacionada ou se interessa por isso, investir nesse tipo de negócio acaba proporcionando um modelo simplificado e de fácil gestão, com toda a infraestrutura necessária para realizar operações específicas e complexas, eliminando a necessidade de desenvolvimento interno.

E o que isso gera? Redução de custos, ausência de responsabilidade na manutenção e atualização, menor risco de implantação e a possibilidade de monetização, agregando receita recorrente para a empresa.

Por isso, contar com um parceiro pode ser a melhor alternativa para ingressar ou se manter nesta área. Gostou da ideia? Só não se esqueça: Ao decidir apostar no modelo White label é importante realizar pesquisas de mercado, avaliar a reputação da ferramenta, se os custos são vantajosos e quais são os recursos oferecidos, antes de firmar o contrato. Tomando esses cuidados, os resultados têm tudo para serem muito positivos.

Por Robinson Idalgo – criador do Revenda Software.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquia de Software e serviços , Revenda Software