“Shopping Encadernado” atrai franquias e clientes em todo o Brasil

Publicado em 05/07/2016 por Imprensa

Para combater o desemprego no país a boa saída são as vendas por catálogo no porta a porta

O desemprego é uma triste realidade, pois o quadro de recessão econômica se mantem sem previsão de término, deixando as pessoas inseguras e sem perspectivas de vida no país.


Sem emprego, surge a pergunta: “E agora o que fazer?” A busca frustrada por uma recolocação no mercado de trabalho faz com que muitas pessoas trabalhem por conta própria, optando pela Venda Direta, o atendimento personalizado: o lucrativo Porta a Porta.


Segundo pesquisas, o Brasil é o 5º país do mundo em vendas diretas. O número de pessoas que atua neste segmento do porta a porta aumentou 5% no ano passado. O setor movimentou quase 30 bilhões de reais só em 2015 e mais de quatro milhões e seiscentos mil brasileiros estão nesse caminho.


E é aí que entra a empresa gaúcha Golfran, que trabalha há 30 anos com vendas diretas através de catálogos, vendo com otimismo o mercado e tendo como meta ampliar suas atividades nos grandes centros como São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Os mais de 120 franqueados investem em treinamento e marketing, uma vez que a linha de produtos é composta por mais de 7 mil itens, distribuídos em três catálogos Golfran: Fianceé, Joias e Baby, lançados 2 vezes ao ano, com uma grande variedade de produtos de cama, mesa e banho, lingeries, calçados, decoração, utilidades domésticas, vestuário, artigos para bebês, joias e muito mais.


“A maior dificuldade que a pessoa vai ter é na hora da escolha. São mais de 7.000 itens e 35 mil combinações para adquirir nas cores e modelos desejados, sem precisar sair de casa. É um verdadeiro shopping encadernado que chega até as pessoas”, explica Kimberly Cavalli, Gerente de Marketing e Analista de Produto.


“Trabalhar com a mobilidade Porta a Porta é um excelente negócio, pois o Brasil é muito bom para as vendas diretas”, afirma Gotardo Cavalli, que começou vendendo de porta em porta e hoje é o Diretor - Presidente da Golfran.


O empresário serve de inspiração para os franqueados e consultores, pois é um apaixonado pela venda direta por catálogo. “Esse sistema promove o relacionamento direto com o cliente e agrega valor numa relação de consumo menos impessoal que no varejo tradicional, fidelizando as vendas, a qualidade dos produtos e a pontualidade na entrega”, afirma Gotardo Cavalli.


Um exemplo recente é a da Carolina Aquino Machado, representante comercial que trabalhava com lojistas, mas em função da crise econômica, passaram a vender menos e, consequentemente, o salário da Carolina diminuiu muito.


Por isso, a Carolina Aquino Machado resolveu investir em franquia e procurou a Golfran. Desde maio deste ano, se tornou uma franqueada da região metropolitana de Belo Horizonte.


“Estou muito feliz de ser uma franqueada da Golfran, porque as vendas diretas por catálogos estão crescendo muito, é um mercado em expansão, além de eu poder fazer a diferença para as consultoras, transformando a vida delas, o que vejo como gratificante. É uma oportunidade delas conquistarem a independência financeira, programar os seus próprios horários, ter o contato direto com as pessoas, fazendo novas amizades”, afirma Carolina Aquino Machado.


Muitas pessoas estão vendo no Porta a Porta uma oportunidade profissional, mas é necessário ter foco, determinação e disciplina. E ter em mente que faça chuva ou faça sol, é necessário trabalhar.


Conforme a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, do IBGE, na comparação do trimestre encerrado em janeiro de 2016 com o mesmo período do ano passado, mais de 1,3 milhão de pessoas passaram a trabalhar por conta própria, um avanço de 6,1%. O que é confirmado pela Golfran que ampliou sua rede de franquias em 17 %, no mesmo período.


Essa dinâmica de trabalho é válida em todo o território brasileiro, independente das diferentes realidades, pois muitos querem absorver o empreendedorismo ou consumir produtos e sonhos apresentados nos catálogos.


Para a Golfran, o mais importante é entender os hábitos de consumo e colocar pessoas para vender com quem a população se identifica ou projeta. Por exemplo, uma empresa praticamente entra na casa do consumidor por meio de uma pessoa que o cliente já conhece, ou que oferece credibilidade para apresentar os produtos.


A Golfran possui mais de 120 franqueados espalhados em todos os estados brasileiros e pretende crescer cerca de 10%, neste ano.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Venda Direta , Golfran