Prática de Skate cresce entre mulheres e crianças

Publicado em 31/07/2014 por Imprensa | Ultima Atualização em 03/12/2014

Franquia de Skate integra loja e aulas no mesmo espaço

Uma “skateshop”. Essa é a melhor definição para a Skate Center, rede de franquia totalmente voltada ao skate no país. A marca integra roupas, tênis, equipamentos para a prática do esporte e ainda uma pista para aulas.


A ideia nasceu dos skatistas Edson Tuffi Jr e Roberto Ramos. Em 2011, eles montaram uma loja de artigos esportivos no Tatuapé, zona leste de São Paulo, mais voltada ao surfe. Em um determinado momento, resolveram apostar nos produtos de skate e aumentaram o mix de produtos. “As vendas foram um sucesso. Então, decidimos montar uma verdadeira skateshop com pista”, lembra Tuffi.


A princípio, a intenção era que a pista servisse apenas para que os clientes testassem os skates comprados na loja. Com o tempo, começaram as demandas por aulas, já que há uma grande carência em pistas públicas na cidade de São Paulo.


O motivo é facilmente compreensível. Estima-se que o segundo esporte mais praticado no Brasil, atrás apenas do futebol, seja o skate. O país possui atualmente vários ídolos, como Bob Burnquist, Sandro Dias, Pedro Barros, entre outros. “O mercado de skate está em pleno crescimento. Se a nossa loja fosse montada há 10 anos, provavelmente não teríamos o mesmo sucesso. Antigamente os skatistas eram marginalizados. Hoje é um esporte praticado por todas as classes sociais”, aponta.


Com a expansão do negócio, os proprietários viram no formato de franquia a melhor opção para levar essa experiência a outros locais. A meta é abrir 40 unidades num prazo de cinco anos. O alvo são as cidades acima de 500 mil habitantes. “O ponto comercial deve ter entre 140 e 200m², estando preferencialmente perto de escolas e condomínios já que há um grande potencial para crianças de 6 a 15 anos”.


Além de gostar de esportes, é importante que o franqueador tenha grande potencial empreendedor. Como a operação é simples, são necessários apenas de cinco a sete funcionários, sendo cinco para a loja e dois para a pista. Cerca de 70% do faturamento vem da loja e 30% das aulas de skate. “Temos um conceito único e inovador. Somos a primeira rede de franquias para skateshop com aulas. Temos a melhor didática para aulas de skate para todas as idades. Sem dúvida, é um grande negócio para quem busca uma franquia”, conclui Tuffi.


Franquia Skate Center:


Investimento: 280 mil


Taxa de franquia: 40 mil


Capital de giro: 40 mil


Faturamento médio: 100 mil


Lucro: 15%


Retorno do investimento: 28 meses


Horário de funcionamento: Segunda a sexta das 9h às 20h. Sábados das 9h às 18h.


Sobre a Skate Center:


www.skatecenter.com.br


(11) 2389 1817


Divulgação: InformaMídia


Juliana Colognesi


juliana@informamidia.com.br


(11) 2834 9295/ 98393 3689

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Franquias novas , Bons Negócios , Skate Center , Franquias de esporte