Como começar 2018 no azul e com o pé direito

Publicado em 30/01/2018 por Imprensa

Rede de créditos e financiamentos oferece as melhores taxas do mercado, uma ótima dica para quem está procurando ajuda para manter as contas em dia

O ano de 2017 foi embora e não vai deixar saudade, pelo menos para a maioria dos brasileiros. É que a economia nacional continua avançando lentamente, para a frustação de muita gente, principalmente dos jovens, que sentiram os reflexos da crise ao tentar se inserir no mercado de trabalho. Segundo o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), de abril a junho de 2017 apenas 25% dos desempregados com idade entre 18 e 24 anos foram relocados no mercado.

Sem trabalho, esses jovens, assim como outros milhares de brasileiros encontram dificuldades em manter as contas em dia. Mas para chegar com o pé direito em 2018 e se manter no azul, o Banneg - Banco de Negócios, rede de créditos e financiamento, auxilia os endividados a saírem do vermelho de uma forma economicamente saudável. “Parece difícil, mas não é. A dica é ter disciplina e organização, além de mudar velhos hábitos. É necessário analisar com mais atenção para a situação econômica que a pessoa se encontra, do que ir empurrando dívidas, e quando for ver em dezembro virou uma bola de neve o acumulado de débitos, por isso deve ser observado onde irá buscar ajuda para sanar o problema econômico”, alerta Jean Carlos de Souza, Gestor de Inteligência da franquia.

O gestor conta que o cliente deve analisar com cuidado as opções de linha de crédito oferecida no mercado para ele não arrumar um problema ainda maior. “O Banneg leva em conta esse cuidado que deve haver com os seus clientes e transmite toda transparência nos negócios. “Oferecemos para nossa clientela taxas mais atrativas e formas de pagamentos facilitados”, explica.

Para garantir que o cliente consiga organizar as finanças de forma correta e consiga pagar o empréstimo, os franqueados do Banneg realizam ainda consultoria financeira gratuita para o cliente. “É necessário oferecer ao cliente aquilo que ele realmente precisa e o que será melhor para ele”, diz Souza.

Cresce o número de inadimplentes

Segundo levantamento do Serasa Experian, o Brasil cresceu 1.91% no número de inadimplentes em novembro, em comparação com o mesmo período de 2016. Ou seja, são 61,1 milhões de brasileiros com dívidas atrasadas.

A maioria das pessoas com débitos vencidos estão entre 41 a 50 anos com 19,6%, seguido dos jovens entre 18 a 25 que representam 14,4%. A maioria dessas dívidas está concentradas em atrasos com bancos e cartões de crédito (29,25%), puxada pelas contas domésticas, como água, luz e gás com 19,1%.

“Hoje o cliente tem a sua disposição inúmeras opções de serviços, com o intuito de melhorar a sua vida. Nossa maior realização é poder ver os clientes satisfeitos com o serviço mais propício para o que ele está vivenciando naquele momento”, ressalta o gestor. Todos os franqueados Banneg possuem estrutura que garante as melhores negociações e taxas do mercado à disposição do cliente.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquia , Mercado de franquias , Franquias de crédito , Banneg