Chocolateria Brasileira planeja chegar a 22 unidades em 2017

Publicado em 06/06/2017 por Imprensa | Ultima Atualização em 07/06/2017

Capital de São Paulo e cidades com até 500 mil habitantes são os focos da franqueadora

Fundada em 2013, a Chocolateria Brasileira nasceu de forma inusitada. Simone Bergamin, Diretora Presidente da empresa, sonhava em entrar no franchising, mas não sabia exatamente em qual segmento. Sua experiência até então vinha do setor hospitalar, onde atuou por 15 anos. "Queria entrar no ramo de franquias, mas não tinha muita ideia do que fazer. Pesquisei esmalterias, vestuário multimarcas, lingerie, e no final acabei definindo por chocolates de uma forma muito inesperada", conta.

Em casa com a família em um feriado, Simone pediu para que um dos quatro filhos pegasse uma caixa de bombons para degustarem como sobremesa. Foi olhando para a caixa azul (cuja marca ela não revela rs) que surgiu o insight! Decidiu que iria criar uma marca de chocolates finos, diferente do que existia no mercado. Como não tinha experiência alguma com o segmento, Simone conta que buscou auxílio com profissionais do setor. "As pessoas abraçaram a ideia e ajudaram a fazer o negócio acontecer", relembra a executiva.

O primeiro ano da marca foi reservado à estruturação do negócio, criação de receitas e estudo de mercado. "Erramos um pouco e investimos muito, já que não conhecia nada do segmento. Hoje certamente faria muita coisa diferente", explica. Finalmente, em 2014, a Chocolateria Brasileira começou a franquear o seu modelo de negócios com o diferencial de levar ao mercado produtos de altíssima qualidade e com preços justos. Atualmente, são 15 unidades em operação espalhadas pelo Brasil.

Para 2017, a meta da franqueadora é fechar o ano com 22 unidades em funcionamento. O foco de expansão é a capital do estado de São Paulo e cidades com até 500 mil habitantes nas regiões Sul e Sudeste. Até 2020, a empresa estima ter 100 unidades em operação e um faturamento superior a R$ 48 milhões por ano em toda rede.

Para alcançar essas metas de crescimento, a Chocolateria Brasileira busca no mercado franqueados com perfil empreendedor e com muita disposição. O investimento total para adquirir uma unidade da marca é de R$ 280 mil, já inclusa a Taxa de Franquias, de R$ 40 mil. As lojas faturam cerca de R$ 50 mil a R$ 70 mil, podendo dobrar em meses sazonais como páscoa e natal, por isso, o retorno do investimento está estimado para o período entre 24 a 36 meses.

A franqueadora oferece aos novos franqueados e sua equipe treinamento completo para início das atividades, além de suporte na escolha do ponto comercial, acompanhamento das obras, indicação de fornecedores e suporte em marketing inaugural.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Franquias de chocolate , Franquias de Cafeterias , Chocolateria Brasileira