Descobrindo o perfil do seu franqueado

Publicado em 04/07/2018 por Imprensa

Análise de perfil do futuro franqueado é um processo muito importante e que pode evitar vários imprevistos ao longo do contrato

A escolha de uma franquia é muito parecida com a decisão de implantar um negócio independente, geralmente, o empreendedor procura algo na área em que ele tem afinidade com o produto ou serviço, com o conceito e posicionamento da marca. Estes são os três fatores que normalmente encantam as pessoas. Outro fator é a veia empreendedora, que consiste em ter faro para negócios, para oportunidades e não ter medo de assumir riscos.

Normalmente é exigido do franqueado dedicação em tempo integral ao negócio, salvo que ele esteja entrando apenas como investidor e, mesmo assim, é importante que haja sintonia e identificação com o modelo de negócios. É o que Letícia Penna, proprietária da rede de franquias Sapatilha na Sacola afirma. “A análise de perfil é uma ferramenta que avalia vários aspectos do candidato como a capacidade de empreender e liderar, pessoas, por exemplo. Gostar do contato com os mais diferentes tipos de pessoas, ser paciente, são requisitos básicos para nós. Preferimos fazer nossa análise conversando diretamente com o possível franqueado e, nessa conversa, identificamos o comprometimento com a qualidade e o modelo de negócios que deverá ser seguido.”

Pode não parecer, mas existe sim um perfil ideal para cada franquia, que faz toda a diferença para que toda a rede seja uma grande engrenagem rumo ao sucesso. “Quando formatamos uma empresa como franquia, ensinamos aos franqueadores a dividirem essa análise em 4 etapas: a pessoa a capacidade financeira, a experiência profissional e a vivência administrativa ou gerencial de cada um.”, é o que afirma Lucas Atanázio Vetorasso, CEO do Grupo ATNZO, com mais de 550 franquias em sua carreira, entre formatação e expansão.

Ter estabilidade emocional e saber gerenciar crises também é um aspecto importante para um empreendedor de franquias, assim como olhar atento para oportunidades de negócio e novas ideias de como aprimorar a franquia. Aqui, vale destacar a importância da boa comunicação entre o franqueado e a franqueadora.

O mais importante é não entrar em um negócio de franquia com a ideia de que na franquia tudo acontece de forma fácil sem precisar trabalhar muito. Isso é um grande engano. É preciso trabalhar sim. A grande vantagem é o apoio e suporte da estrutura da franqueadora, além de já se entrar em um negócio testado, com maiores chances de sucesso. “A ideia de que ter o negócio próprio é mais fácil pela flexibilidade de carga de trabalho é um grande equívoco que alguns novos empreendedores costumam ter, é por isso que temos todo um cuidado com o franqueado, por meio de suporte, treinamento e cursos continuados, já que nosso franqueado tem acesso à Universidade da Sapatilha na Sacola, que vai ajudá-lo a entender que precisa se preparar para escrever seu futuro, de forma mais flexível, porém com mais afinco para atingir a excelência.”, encerra Letícia.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de calçados , Franqueados de sucesso , Sapatilha na Sacola