Atuações de mulheres no setor de franquias crescem e redes comemoram

Publicado em 01/03/2016 por Imprensa

Pesquisa da ABF aponta que 52% das funções gerenciais já são exercidas pelo sexo feminino

No Brasil, a liderança feminina nas empresas em geral ainda não representa um número considerável. Segundo pesquisa recente do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), as mulheres ainda são minoria entre a População Economicamente Ativa, somando 46%. A mesma pesquisa também aponta que apenas 35,5% das mulheres empregadas possuem carteira de trabalho assinada, enquanto que para os homens esse percentual é de 43,9%.


Em contrapartida, em pesquisa feita pela ABF (Associação Brasileira de Franchising) em 2015, que consultou 241 redes de franquias, constatou-se que dentro da rede franqueadora 36% das mulheres estão em funções executivas, 52% em funções gerenciais, 54% em supervisão e 36% em conselhos, número cresce a cada ano. A pesquisa revelou, também, que quanto mais nova é a empresa aumenta a porcentagem feminina em funções executivas.    


Leonardo Cannizza, diretor de expansão da Seguralta Corretora de Seguros, acredita que esse número se dá pelo fato de que o ramo oferece estrutura e assessoria para dar oportunidades à mulher conquistar o seu espaço. A Seguralta, uma das maiores corretoras de seguro do país, conta com 100 franqueadas com idade entre 20 e 40 anos.


Outra franquia que também conta com mulheres em posição de destaque, é a Light Food Way, especializada em delivery de comida saudável. À frente da rede está Marcela Gattaz, diretora executiva e nutricionista, e Karla Nadir, diretora financeira. Com o slogan “Comida de Spa na sua Casa”, a Light Food Way surgiu em 2012 e foi criada para atender aqueles que buscam qualidade de vida e, principalmente, praticidade, já que não são todas as pessoas que podem ou tem tempo para permanecerem dias hospedadas em Spas.  Com um cardápio variado,a rede oferece mais de 50 pratos de comida balanceada. Hoje já são mais de 5 mil clientes satisfeitos.


Lucas Atanázio Vetorasso, consultor da Teaser Franchising, acredita que os maiores diferenciais das mulheres no mercado de trabalho é a dedicação e constante capacitação.  “Mulheres se qualificam mais, se aprofundando por meio de cursos e especializações, tratando as inovações com maior cuidado, assim como tudo que fazem”, afirma o consultor, que lembra que muitas coisas ainda precisam mudar como as diferenças salariais e hierárquicas.


Um exemplo citado por Vetorasso sobre o bom rendimento de mulheres no mercado de trabalho são as empresas premiadas pelo Great Place to Work Brasil, onde observou-se um aumento de 22% entre 1997 e 2014 na participação das mulheres, nos cargos de gestão o aumento foi ainda maior  29%. A proporção de mulheres nas empresas premiadas é de 47%, ou seja, acima da média nacional.


A rede de franquias Ahoba Viagens é mais uma empresa que segue crescendo com mulheres no comando dos negócios. Hoje 38% das franquias são comandadas pelo sexo feminino, são empreendedoras com idade de 30 a 60 anos. No segundo semestre de 2015 foram 20 novas mulheres que adquiriram franquias e se tornaram donas do próprio negócio.   


Na Mary Help, rede que atua principalmente no agenciamento de profissionais diaristas para residência e empresas, metade dos franqueados são do sexo feminino. Segundo José Roberto Campanelli, diretor da rede, há maridos que compram os negócios para as esposas administrarem, eles apóiam que elas empreendam. De acordo com levantamento feito pela empresa a faixa etária das franqueadas variam de 30 a 50 anos.  


A presença feminina está cada vez mais requisitada no setor de franquias. Mesmo diante da desigualdade de gêneros que ainda existe, as mulheres continuam provando a sua importância no mercado de trabalho.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias, Mary Help, Seguralta, Ahoba Viagens, Light Food Way