Franqueada dá reviravolta em negócio com conselho de outros franqueados

Publicado em 18/07/2018 por Imprensa

Eloise Coelho recuperou operação da D’pil em Canoas (RS) e já abriu segunda unidade com suporte da rede

Bacharel em Direito, Eloise Coelho viu-se na missão de abandonar o emprego e encontrar outra área de atuação em 2014, depois que seu marido foi transferido para Canoas (RS) pela empresa em que trabalha. Cliente fiel da D’pil, ela procurou uma recolocação profissional e não teve dúvidas em abrir uma unidade da marca na cidade, aceitando o desafio de migrar para uma área totalmente diferente da sua. Hoje, a franqueada é bem-sucedida e gerencia duas lojas da rede, mas contou com ajuda da rede de apoio de outros franqueados da marca para superar a crise e se fortalecer no mercado.

Em julho de 2017, Eloise viu o movimento em Canoas cair muito. Para reerguer a loja, ela fez um treinamento de vendas e recorreu à matriz, que indicou outra franqueada para prestar ajuda. “Como já tinha passado pelas fases iniciais de prospecção e fidelização de clientes, em que ficamos ansiosos para obter logo um retorno, ela me passou a experiência e deu indicações de como fazer a minha unidade prosperar como as dela, que estavam muito bem. Foram conselhos valiosos que reanimaram minhas esperanças e me tiraram da zona de conforto”, relata.

Levando as dicas para a prática, em poucas semanas o número de clientes e de procedimentos da unidade Canoas dobrou e o faturamento consequentemente aumentou. Em alguns meses, a empresária conseguiu abrir uma segunda loja, desta vez em São Leopoldo (RS) e, hoje, com apenas seis meses de operação, ela já se mantém sozinha.

“A D’pil dá a ajuda necessária, e a troca de experiências entre as unidades que enfrentam os mesmos desafios na operação todos os dias fortalece o laço e a crença no negócio”, declara a franqueada. Essa rede de apoio é um diferencial importante da franquia de depilação. “Estamos sempre prontos para dar suporte aos franqueados, o que também significa incentivar a interação entre eles, impulsionando o crescimento de todos”, reforça o CEO Marlon Sampaio.

Como principais diferenciais da franquia, Eloise destaca o preço abaixo do mercado – com ticket médio de R$ 75 – e o atendimento de qualidade. A marca é pioneira na fotodepilação – ou Luz Pulsada Intensa (IPL) –, que garante eliminação de pelos de maneira indolor e duradoura. Já são 302 unidades em todo território nacional e a meta para 2018 é abrir mais 58. O investimento médio para uma unidade da D’pil é de R$ 75 mil e o retorno é de 14 meses.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de beleza , Franquias de depilação , D'Pil