Campinas: WillGo inaugura sua primeira franquia na cidade

Publicado em 23/12/2016 por Imprensa

App de transporte particular alternativo ao Uber, que iniciou franchising há dois meses, abre unidade na região em janeiro


Em janeiro de 2017, uma das primeiras unidades franqueadas do WillGo abrirá as portas em Campinas. O aplicativo de transporte particular alternativo ao Uber, que se tornou a primeira franquia do ramo há cerca de dois meses, aposta na expansão por cidades do interior do Brasil. A meta é fechar o próximo ano operando em, no mínimo, 200 municípios.


O franqueado do WillGo é responsável por toda a parte comercial de sua região de atuação – determinada por uma cerca geográfica -, buscando parceiros e prospectando condutores e empresas; neste último caso para oferecer o WillGo Já, solução de entregas, e o WillGo Cargo, ferramenta de transporte de carga.


Jorge Akira, que administrará a unidade do WillGo de Campinas, já trabalha com transporte executivo desde 2007, com uma frota própria de motoristas e, quando soube do início do franchising do WillGo, enxergou uma oportunidade de investir em novas tecnologias no setor. Para ele, as principais vantagens do aplicativo são o agendamento de corridas, o recurso de “favoritar” condutores e a diversidade de categorias.


O empreendedor conta que a qualidade dos serviços de transporte particular em Campinas teve uma queda nos últimos meses, o que abre caminho para o app. “Sem tarifação dinâmica e investindo na profissionalização e bom atendimento por parte dos motoristas, o WillGo terá bastante êxito na cidade”, opina. Ele tem meta de juntar seu negócio atual à operação do WillGo e já pensa em abrir outra unidade. O empreendedor investiu R$ 690 mil e prevê que o retorno já comece a vir em três meses.


Expansão WillGo


Assim que anunciou o franchising, a equipe do WillGo recebeu muitos contatos de interessados em abrir uma unidade nas mais variadas regiões do Brasil, segundo o diretor da startup Gabriel da Silva. Até agora, além de Campinas, mais cinco estão em negociação, concentradas nas regiões Sul e Sudeste. “O fato de sermos a única plataforma multimodal – que transporta tanto pessoas como objetos – nos torna uma tecnologia bem-vinda em locais onde essa cultura é incipiente, como no interior do país”, explica Silva.


Assim como Akira, grande parte dos interessados são pessoas que já possuem experiência na área de transporte ou logística – como donos de locadoras de veículos e de frotas de transporte executivo – e empresas que utilizam moto fretistas ou fazem transporte de carga.


O diretor reforça a flexibilidade do modelo do WillGo, viável tanto para cidades grandes, como São Paulo, quanto municípios menos populosos. “Campinas tem um perfil grande para o interior. Queremos atingir cidades ainda menores, a partir de 50 mil habitantes, e mostrar com as franquias que temos potencial para atuar em todo o Brasil”, declara.


O investimento inicial para abrir uma unidade franquia do WillGo varia entre R$ 97 mil, para a menor unidade, e R$ 700 mil, para a maior, e o tempo de retorno é de 8 a 15 meses. São cinco modelos disponíveis, de acordo com o tamanho e raio de atuação da cidade, e o faturamento fica entre R$ 12 mil e R$ 221 mil mensais.




Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Novas unidades franqueadas, Franquias de serviços, Franquias, WillGo