WikiMaki quer faturar mais de R$ 50 milhões até 2020

Publicado em 01/08/2018 por Imprensa

Rede de comida japonesa chegou a Guarapuava (PR) e Chapecó (SC) no primeiro semestre de 2018

A rede de comida japonesa WikiMaki pretende abrir 20 unidades e faturar a cifra de R$ 50 milhões até 2020. Com nove anos de existência, a marca curitibana fidelizou seus consumidores ao apresentar a comida japonesa fresca e sem frescura. “Nosso foco é atender pessoas de todas as idades num ambiente informal, oferecendo comida de qualidade com preço acessível”, conta um dos sócios João Manuel Lago de Carvalho Cardoso. 

Em 2017, o faturamento da marca foi de mais de R$ 20 milhões. Atualmente, são sete lojas, sendo quatro própria e três de franqueados. No primeiro semestre deste ano, a marca chegou a Guarapuava (PR) e Chapecó (SC). Ainda em 2018, está prevista a abertura de mais três unidades, em Curitiba (PR), Foz do Iguaçu (PR) e Balneário Camboriú (SC).  A cidade de São Paulo também está nos planos da expansão da rede para o primeiro semestre de 2019.

Empreendedorismo

Se hoje a rede está se tornando mais conhecida e em franca expansão, foi pela visão empreendedora dos quatro sócios. “Quando idealizamos a marca WikiMaki a comida japonesa já estava estabelecida, mas ainda era associada como um produto caro. Observamos que o mercado não tinha um fast food de qualidade neste segmento”, diz Cardoso.

Para ele, uma das fórmulas do sucesso do WikiMaki é trabalhar com insumos especiais, como os pescados frescos e o salmão, e não aderir a modismos. Anualmente, o consumo de peixes e frutos do mar nas lojas chega a 120 toneladas.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquia de comida asiática , Wikimaki