Vai abrir uma franquia de alimentação?

Publicado em 26/04/2016 por Imprensa

Confira 5 dicas para não errar na hora de escolher o ponto comercial

O ponto comercial é umas das principais preocupações dos empreendedores que desejam abrir uma franquia de alimentação. Sem grande visibilidade ou localizado em uma região de baixa circulação, o ponto escolhido pode comprometer o sucesso da empreitada. 


Segundo Claudia Malaguerra, country manager do h3, rede de franquias portuguesa, que chegou ao Brasil em 2011 e revolucionou o mercado ao oferecer hambúrgueres elaborados com receitas de Chefs nas principais praças de alimentação de shoppings do País, o ponto comercial é um fator muito importante para que um projeto no setor decole. “A estratégia comercial do h3, por exemplo, está focada na abertura de unidades em shoppings centers. Acreditamos que a nossa marca tem uma profunda aderência com o público destes estabelecimentos. Além disso, o empreendedor pode desfrutar de uma infraestrutura e segurança superiores aos oferecidos a uma loja de rua”, complementa. 


E para quem deseja abrir uma franquia de alimentação em um shopping, mas tem dúvidas quanto ao melhor ponto comercial, Cristiane de Paula, sócia da UNIKO, Inteligência em Franchising e Varejo, dá 5 dicas para apoiar o empreendedor na tomada de decisão:


1. Escolha o shopping adequado. Para isso, converse com a franqueadora, ela poderá indicar os principais shoppings, de acordo com o perfil da marca e dentro da região pleiteada pelo franqueado. Outro ponto a ser considerado é o tempo de funcionamento do centro de compras. Quanto mais novo o shopping maior será o risco assumido;


2. Negocie luvas, aluguel e demais custos do shopping. De acordo com os parâmetros informado pela Marca. Inclusive, este é o momento oportuno onde os shoppings tem interesse de levar marcas com modelos diferenciados;


3. A opção adequada de localização da loja potencializa o consumo e, consequentemente, pode melhorar o prazo de retorno do investimento. Verifique o acesso à praça de alimentação – avalie a capacidade de exposição do ponto escolhido e em qual a distância ele é percebido. “Se estiver na saída da escada rolante, o franqueado garante uma maior visibilidade para a marca, pois será uma das primeiras marcas a serem vistas pelo consumidor”, aconselha Cristiane. Além disso, lojas de esquina também podem ser um diferencial;


4. Realize visitas ao shopping desejado em dias e horários diferentes, a fim de avaliar o fluxo. Observe também o comportamento dos clientes e se o ponto atrai o tipo de consumidores que você espera para o seu negócio;


5. Verifique os atrativos nos arredores do ponto escolhido. Parques e cinemas intensificam o fluxo de pessoas e com isso o número de clientes para a sua operação pode ser potencializado.


Além do ponto comercial, a country manager do h3, ainda ressalta que, antes de escolher uma marca, é importante que o empreendedor avalie o suporte dado pela franqueadora. “O h3 oferece constante inovação, apoio total ao franqueado, projeto de arquitetura, consultoria na construção e compra de equipamentos, suporte na inauguração, assistência no controle de qualidade visando os padrões h3, treinamento constante, indicação de fornecedores, marketing institucional estruturado, além, é claro, do know-how operacional de uma hamburgueria”, finaliza a executiva. 


Pretende empreender ainda este ano? 


Para quem deseja apostar em seu próprio negócio, o sistema de franchising é tido com uma oportunidade com risco mitigado, visto que se trata de um modelo testado, no qual o empreendedor conta com todo suporte da rede franqueadora. 


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Franquias de alimentação , Dicas para investir em franquias , Franquias em shoppings , Franquias de fast-food , H3