Terceira loja da Petland é inaugurada no bairro Boa Vista, em Curitiba

Publicado em 24/05/2016 por Imprensa

Plano de expansão da rede americana de franquia é ter 40 unidades em operação no Paraná até 2020

No último dia 21 de maio, a Petland abriu sua terceira loja no Bairro Boa Vista, em Curitiba. Em dois anos de operação no Brasil, a rede americana de franquia para pet shop vem dividindo a atenção do mercado Pet. O sucesso da marca deve-se ao modelo de lojas de conveniência pet, com política de preços atraente. O plano de expansão é ter 40 unidades em operação no Paraná até 2020.


“A operação Petland contempla serviços de banho e tosa, venda de acessórios, ração, medicamentos, comercialização de animais (cães, aves e roedores), e um forte programa de adoção ligado as maiores ONGs do país”, explica Fernando Belleza, máster franqueado no Paraná. Até o momento, a empresa já registra mais de 80 adoções promovidas nos eventos realizados semanalmente nas lojas dos bairros do Batel e Juvevê.


Na nova unidade de 200m2, o cliente também tem uma área exclusiva para interagir com os pets, um conceito difundido nos 19 países em que a empresa atua e que tem conquistado também os donos de pet no Brasil. “Inicialmente, teremos oito filhotes de cães das raças Shih Tzu, Golden Retriever, Chihuahua, Bulldog Francês, entre outros.”, antecipa Belleza. Para o primeiro mês de operação, os clientes terão 50% de desconto no serviço de banho, e a expectativa é atingir 200 banhos.


Além dessa promoção, a Petland também quer chamar a atenção dos moradores do bairro Boa Vista com ampla comunicação nas ruas e redes sociais da empresa. Outros bairros também estão no “radar” da empresa para a expansão da rede no estado do Paraná, entre eles Bigorrilho (Champagnat), Água Verde e Santa Felicidade, incluindo também cidades no interior, como Londrina, Maringá e Cascavel.


Conversão de bandeira
Atualmente com 21 lojas, entre abertas e em construção, nos estados de São Paulo, Bahia, Espírito Santo e Paraná, a Petland está apostando no modelo de conversão de bandeira, utilizado por outras redes de franquia, para atrair o interesse de novos empreendedores.


De acordo com levantamento da empresa, mais de 70% do mercado Pet brasileiro é constituído por lojistas, que têm apenas uma ou duas lojas, sendo a maioria de formação veterinária e com pouquíssimas ferramentas e inteligência de varejo.


“Oferecemos um pacote completo, focado em gestão, processos e resultados. A base de treinamento e apoio aos franqueados é formada pela Universidade Petland (presencial e on-line), que consiste em transmissão de informação continuada e não simplesmente no início da operação”, afirma Rodrigo Albuquerque, sócio-diretor da Petland no Brasil e responsável pela expansão da marca.


O investimento inicial, dependendo do tamanho da loja, é de R$ 80 mil, considerando somente a mudança de fachada/identidade visual. Com três lojas convertidas no Litoral de São Paulo, a meta da empresa é converter mais seis lojas até o final de 2016.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Novas unidades franqueadas , Franquias , petland , franquia de petshop , Franquias no Paraná