Tendência no Brasil, Home Office evidencia SMS Digital no mercado de franquias

Publicado em 18/10/2015 por Imprensa

“Em pouco tempo conquistamos muitos franqueados e a cada dia percebemos que a procura aumenta” fala Kawel Lotti, diretor da marca, sobre o modelo de negócio

Conduzir um empreendimento e no conforto de casa é um sonho que tem se tornado realidade para muitos brasileiros. As chamadas franquias Home Office, como o próprio nome sugere, significa ao pé da letra conduzir um escritório em casa. O negócio de origem estrangeira, chegou nos últimos anos ao Brasil e cada vez reúne mais adeptos. De acordo com uma pesquisa realizada pela provedora de espaços empresariais flexíveis, Regus, o Brasil se classifica em segundo lugar no ranking dos países mais adeptos do Home Office. O levantamento foi realizado com mais de 44 mil executivos de 105 nações.


Ainda segundo o estudo, enquanto a média global de profissionais que trabalham 2,5 dias ou mais por semana fora do escritório é de 52%, no Brasil o índice sobe para 59%. Apenas o México, onde 70% disseram trabalhar fora do escritório metade (ou mais) da semana, é mais flexível. Globalmente, 60% dos executivos ouvidos adere ao Home Office; dentro deste grupo, o nível de produtividade aumenta 13%! A grande maioria dos participantes do levantamento (88%) acredita que o trabalho flexível estimula, sobretudo quem tem filhos, a seguir investindo na carreira.


Kawel Lotti, diretor executivo da rede de franquias SMS Digital, que possui mais de 150 unidades espalhadas por 18 estados brasileiros, desde 2012, ano de fundação da empresa, atua no mercado com franquias do modelo em questão. “Visualizamos no mercado o potencial desse negócio. Em pouco tempo conquistamos muitos franqueados e a cada dia percebemos que a procura aumenta pela facilidade de se trabalhar com a marca mesmo em casa”, relatou.


A rede atua com consultoria e comunicação via SMS com foco no mercado de PME – Pequenas e Médias Empresas e oferece dois tipos de operações; Franquia Home Office e a Franquia Home Office Light. Suas diferenças básicas são:


Na franquia Home Office, o investimento é de R$15 mil. Nela, o empreendedor pode formar uma equipe comercial de até quatro vendedores com login para utilização do portal e recebe o suporte e enxoval de trabalho compatível. O franqueado tem exclusividade de atuação em divisão territorial a cada 100 mil habitantes e o retorno do investimento ocorre em aproximadamente 12 meses.


Já a franquia Home Office Light, exige o investimento de R$5 mil. Nesta, o franqueado pode ter mais um vendedor com login para utilização do portal, e recebe o suporte e enxoval compatível. Na modalidade, ele tem exclusividade de atuação em divisão territorial a cada 50 mil habitantes. O retorno do investimento é de aproximadamente seis meses.


Home Office ao olhos do mundo
De acordo com o diretor, muitos detalhes chamam a atenção do público investidor, a primeira delas é em relação ao custo de implantação. “Um franqueado que atua nesse sistema utiliza de um investimento muito menor para implantação, já que esse modelo não há necessidade de investimentos com colocação de fachadas e outras adequações da infraestrutura”, relatou.


Ainda sobre valores Lotti ressalta: “O Home Office permite ao franqueado ter vantagens profissionais e pessoal, como a proximidade com a família, maior independência, redução do estresse decorrente do trânsito, definição do próprio horário, planejamento dos próprios rendimentos, rendimentos superiores aos níveis convencionais de mercado, auto gerenciamento profissional e maior qualidade de vida”, explicou.


Mas o diretor conta que é necessário ainda, ter alguns cuidados básicos para atingir o sucesso. Um dos maiores riscos que o empreendedor pode cometer trabalhando em casa é misturar a rotina do trabalho com as rotinas do lar. “Há quem peça auxílio de familiares para a execução de algumas tarefas do trabalho como atender ao telefone. Esse que é também um erro; utilizar o mesmo número telefônico de casa para falar com os clientes. Esses erros podem e devem ser evitados quando o franqueado encara o home office como um escritório mesmo. Pode até estar junto ao seu lar, mas a empresa deve ser separada da rotina dela”, concluiu.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias, Franquias home based , PME, SMS Digital Franchising