Simplicidade e carinho como coisas de mãe

Publicado em 14/08/2015 por Bruna Santos de Souza

A crise econômica não abalou as vendas da Bolo da Madre que dobrou o número de vendas, de faturamento e pretende chegar a 100 franquias nos próximos anos.

Com quase dois anos de vida a franquia Bolo da Madre já consegue bater recordes e superar as expectativas e objetivos planejados no começo da marca. A simplicidade e jeito de casa da mãe são vendidos junto com os bolos. “Vendemos sensações, atenção e carinho”, ressaltou Fernanda Castanheda, cofundadora da Bolo da Madre.


A Bolo da Madre nasceu da parceria de duas pessoas, e quase que por acaso. Daniela Schiavo, sócia da marca e também criadora, era aluna da academia onde Fernanda possui uma franquia. Em uma conversa, Daniela contou sobre os preparativos para a festa de aniversário do filho, mas da decepção com o bolo. A festa seria simples, daquelas com docinhos, cachorrinho-quente e refrigerante, por isso, ela queria um bolo simples. Só que quando a encomenda chegou veio todo enfeitado e nada tinha a ver com o tema da comemoração, nem com o que foi pedido por Daniela, contou Fernanda, que acabou fazendo um bolo para o aniversariante. A partir daí nasceu o conceito de simplicidade e carinho, e a Bolo da Madre começou a ser planejada.


Por possuir junto com o marido 19 franquias, da marca Max Place Lavete, Castanheda acredita que isso foi fundamental para montar o projeto da rede de bolos. “A minha experiência como franqueada foi essencial para olhar o nosso franqueado, saber quais são as suas dificuldades, e principalmente, para a rede não desagradá-los. A proposta é que eles prestem bem o serviço, mas para isso precisam ter na retaguarda uma equipe para dar suporte. Logo, a nossa base é muito importante”, explicou a empresária.


Fernanda salientou que o franqueado da Bolo da Madre tem que ir além do financeiro. Segundo ela não basta que ele tenha dinheiro para investir na marca, mas deve ser uma pessoa esclarecida, que conheça o mercado e a linguagem comum aos empresários, afinal ele será o líder da sua equipe, que contará com pessoas que façam os bolos e as vendas. Os produtos vendidos pela Bolo da Madre são feitos nas franquias, utilizam ingredientes naturais, logo, o tempo de vida dos bolos são curtos, o que impossibilitaria serem feitos pela matriz da rede.


A concorrência não é uma coisa que preocupa a Bolo da Madre. “Eles são essenciais para o negócio, contudo preferimos manter o foco no nosso business. O nosso conceito de marca é diferente. Vendemos sensações e ela é importante para nos impulsionar a fazer melhor”, comentou.


A crise econômica que o Brasil está vivendo não é um problema para as franquias da Bolo da Madre. A empresária enfatizou que rede dobrou em faturamento e em número de bolos vendidos, neste ano. Em 2014 fechou com o 2,5 milhões a mais no caixa. Além disso, o sucesso também reflete no número de franquias abertas. Em um ano e meio a marca já possuí 22 unidades em funcionamento, sendo uma própria, em Jundiaí, São Paulo. O planejamento prevê abrir 100 franquias dentro do prazo de quatro anos.


Perguntada se está satisfeita com os resultados que a Bolo da Madre está demostrando, Fernanda respondeu: “sim, e bem grande. É a nossa essência. É bom saber que trazemos alegria aos clientes e aos franqueados. Fizemos tudo com as nossas mãos, cuidamos de todos os detalhes, são mais que bolos, são coisas de mãe”.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Palavras-chaves: Franquias, Plano de expansão, Franquias de bolos, Bolo da Madre