Sebrae leva pequenos negócios para semana de moda

Publicado em 26/04/2016 por Imprensa

Parceria com IN-MOD vai permitir que empresários conheçam bastidores, vendam produtos no evento e até desfilem na passarela principal do São Paulo Fashion Week

O Sebrae, em parceria com o Instituto Nacional de Moda e Design (IN-MOD), vai levar donos de pequenos negócios para o maior evento de moda do hemisfério sul, o São Paulo Fashion Week. Empresários de todo o Brasil vão participar do evento em uma missão técnica para conhecer os bastidores dos desfiles, proprietários de outras 17 marcas de micro e pequenas empresas vão expor e vender seus produtos na loja instalada no local e uma empresa de pequeno porte, a Amabilis, chegará à passarela da 41ª edição, após ser selecionada pelo projeto Top Five, uma iniciativa conjunta das instituições.


O São Paulo Fashion Week acontece entre 25 e 29 de abril na Bienal do Parque Ibirapuera na capital paulista. Um grupo de 120 pequenos empresários e gestores técnicos do Sebrae de todo o Brasil participarão de uma missão técnica ao SPFW que vai ajudar as empresas a descobrir como se tornar mais competitivas nesse mercado de alto valor agregado. Durante o evento, eles terão acesso aos ambientes de exposição, áreas de convivência e desfiles, tanto às áreas abertas ao público convidado, quanto àquelas de acesso restrito, como a sala de imprensa, salas de desfiles e todos os seus anexos de backstage.


A ideia dessa imersão é permitir que pequenos negócios possam se inspirar a partir do trabalho e das referências de designers estabelecidos, identificando processos que possam ser adaptados e incorporados ao seu modelo de negócio. A cada dia, um desfile será comentado por especialistas para o grupo, interpretando não só as tendências e looks apresentados, mas também apontando detalhes a serem observados na passarela, todo o ambiente que compõe este show, tais como temática, cenário e ambientação, beleza e trilha sonora.


Durante a missão técnica, o idealizador da São Paulo Fashion Week, Paulo Borges, vai dar uma palestra para os empresários para explicar as mudanças do calendário da moda mundial e os impactos para toda a cadeia da moda no país. Os participantes da missão também serão levados para conhecer a fábrica e o posicionamento da Natura no mercado brasileiro.


Marcas de pequenos negócios também vão expor e vender produtos na loja conceito FFWSHOP, loja pop up de design e acessórios com curadoria assinada pelo SPFW e instalada no evento. Este ano, a Galeria Nacional assina a curadoria da loja.


Nesta 41ª edição, 17 marcas de sete estados (AM, CE, GO, MG, RJ, RS e SC) indicadas pelo Sebrae foram selecionadas para expor seus produtos. Desde 2012, quando o primeiro convênio entre o Sebrae e IN-MOD foi firmado, a parceria já beneficiou cerca de 300 marcas com a curadoria da loja conceito FFWSHOP - que entregou um feedback sobre a aceitação dos produtos. Além disso, 126 micro e pequenas empresas expuseram seus produtos na loja do SPFW nesses quatro anos.


Mais que a comercialização em si, a exposição na loja conceito permite aos empresários atingir um novo patamar de divulgação para seus produtos e sua marca, atraindo a atenção não só da imprensa presente no evento, mas alcançando ampla divulgação na mídia local da empresa participante. Ter sua marca atrelada ao SPFW pode se tornar um grande diferencial, em função do aval de marca conferido pela credibilidade e respeito que o evento tem no mercado. Em pesquisa realizada com os participantes do projeto, 89% afirmaram que puderam estabelecer novos contatos que já contribuem ou poderão contribuir de alguma forma para o seu negócio, 71% afirmaram que mudaram a visão de seu negócio e 77% afirmaram que participar do SPFW agregou valor a sua marca.

Case de sucesso


É o que aconteceu com os empreendedores Tiago Durante, 36 anos, e Rafael Lange, 34 anos, sócios da marca catarinense Liverpool. Eles participam da FFWShop desde o primeiro ano da parceria entre o Sebrae e o IN-MOD, a cada edição da São Paulo Fashion Week levam produtos diferentes, são sucesso de venda e conquistaram o mercado brasileiro graças à exposição na semana de moda. "Com o SPFW vimos que podíamos ser mais do que uma camisetaria. Ampliamos nosso mix, hoje fabricamos calças, jaquetas, vestidos, bolsas, moletons. Tínhamos alguns clientes esporádicos fora da região Sul e, agora, temos 150 pontos de venda em todo o Brasil", comemora Tiago.


De acordo com o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, a indústria da moda brasileira, que movimentou R$ 200 bilhões em 2015, é predominantemente composta por pequenos negócios. São cerca de 500 mil empresas que faturam até R$ 3,6 milhões por ano, entre Microempreendedores Individuais, micro e pequenas empresas. "Uma moda vibrante e inovadora é feita por empreendedores em todo o Brasil. O trabalho do Sebrae é possibilitar que eles tenham acesso ao maior evento de moda do país e ao mercado de alto valor agregado da moda", ressalta. O presidente do Sebrae estará na semana de moda no dia 25 de abril.


Para Paulo Borges, idealizador do SPFW, os pequenos negócios são fundamentais para o setor da moda e refletem a vocação empreendedora do brasileiro. "O convênio com o Sebrae oferece a possibilidade de inserção dessas empresas e profissionais no mercado de alto valor agregado," afirma.


Top Five


O desfile da Amabilis, uma pequena empresa de Colatina (ES), será no dia 25 de abril, às 19h. Após receber consultorias do Sebrae e do IN-MOD por dez meses, ela foi selecionada para dividir os flashes com estilistas e marcas renomadas da moda brasileira pelos consultores do projeto de aceleração de negócios, que visa inserir as micro e pequenas empresas no mercado de alto valor agregado da moda.


O Top Five, uma ação do convênio Contextualizar na Moda II, acompanha e orienta cinco pequenos negócios da indústria da moda brasileira selecionados entre empresas atendidas pelo Sebrae em todo o país. A marca capixaba foi escolhida pelo desempenho apresentado durante o desenvolvimento do projeto, tanto em termos da coleção apresentada quanto por sua estrutura produtiva e comercial. As outras quatro marcas participantes - a PH Praia (Cabo Frio/RJ), Adriano Martin (Catanduva/SP), Green Co. e Jardin (ambas de Belo Horizonte/MG) - também participarão da loja FFWSHOP ao lado das demais 17 selecionadas pela curadoria da SPFW.


Na loja, as empresas irão expor e comercializar produtos de edição limitada. A Jardin desenvolveu t-shirts de tule com aplicações de recortes a laser; e a Green Co faz jus ao DNA ecológico da marca de chinelos recicláveis. Adriano Martin levará para a loja um acessório multiuso, despojado e versátil, que poderá ser cinto, gargantilha, gola de camisa e até mesmo uma faixa de cabelo, e a PH Praia vai expor acessórios de moda praia, da coleção resort, desenvolvida ao longo do projeto. A Amabilis, além de desfilar no calendário do SPFW, estará presente ainda na loja com bodies com estampas inspiradas em tatuagem.


As marcas também participam do Showroom Serena Hernando, que acontece de 25 de abril até 6 de maio, na rua Oscar Freire, em São Paulo, onde apresentam a última coleção desenvolvida sob orientação dos consultores do Top Five para lojistas de todo o Brasil, o que é uma grande oportunidade de negócios.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias, Franquias de vestuário, SEBRAE