Retomada do crescimento da economia em 2019 favorece investimento em negócios

Publicado em 17/12/2018 por Imprensa

Segurança do setor de franquias é opção para aproveitar o bom momento econômico

O ano novo é o momento de pensar nas resoluções e a meta de muitos brasileiros ainda é deixar de ser empregado para empreender e 2019 pode ser o ano para isso. Economistas afirmam que o Brasil encerrou o último ciclo de sua crise econômica e segundo as projeções feitas pelo Departamento Econômico da Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi) a economia brasileira deverá crescer de 2,5% a 3% no próximo ano.

Outros dados apontam que o setor de franquias pode ser uma boa opção para quem pensa em investir em um negócio próprio. Só no terceiro trimestre de 2018, o setor faturou R$ 44,479 bilhões, um crescimento de 6,8% em relação a 2017, conforme levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Além disso, o setor de franquias reúne as principais características que devem ser levadas em conta na hora de investir em um negócio. Para quem deseja apostar em seu próprio empreendimento a dica é procurar por empresas que já possuam um modelo de negócio aprovado pelo mercado, com um posicionamento de marca consolidado e que atuem em um segmento em pleno crescimento.

Por ser um investimento mais seguro a franquia torna-se uma opção relevante a quem deseja empreender, é o que explica Ricardo Leal CEO da inFlux , escola de idiomas que passou de 1 unidades em 2010 para mais de 150 em 2018. "Ao abrir uma unidade franqueada você realiza o desejo de ter um negócio diminuindo ao máximo os riscos dele não dar certo. As franquias de educação são exemplos disso, temos um mercado com alta demanda. Porém, é necessário encontrar quem ofereça suporte com uma metodologia consolidada e modelo de negócio que traz resultados", ressalta Leal.

Outro ponto positivo abordado por ele é que as franquias, em especial as de educação, tendem a crescer mesmo em épocas de crise. "É nesse momento que as pessoas buscam melhorar seu posicionamento no mercado de trabalho e procuram melhorar sua qualificação, como aprender um novo idioma, por exemplo".

Porém, Leal lembra ainda que é necessário cautela na hora de escolher a franquia. Apesar da segurança de ser franqueado, é preciso conhecer a empresa franqueadora e entender que gostar de certas franquias não é o mesmo que gerenciá-las. "Primeiramente, é preciso que o futuro empreendedor descubra qual seu perfil, depois ele precisa conhecer o mercado em que atuará. É essencial que o franqueado acredite no negócio que está investindo e busque o suporte da franqueadora sempre" finaliza.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de idiomas , InFlux