O que o franchising tem a aprender com as Olimpíadas

Publicado em 11/08/2016 por Imprensa

Segundo o consultor Lucas Atanásio Vetorasso, os Jogos Olímpicos do Rio já deixaram algumas lições para o mundo dos negócios.

São 19 dias de competição e a Olimpíada do Rio que começou na semana passada, já deixou algumas lições que podem ser empregadas ao mundo dos negócios. O franchising, por exemplo, é um setor que tem muito a aprender se compararmos o evento e seus atletas à empreendedores em busca de medalhas de ouro.


Segundo o diretor e consultor da Teaser Franchising, Lucas Atanásio Vetorasso, para que tenham uma boa performance, os competidores dependem de uma série de fatores no dia a dia. Alguns deles contam muito, como volume e intensidade dos treinos, foco, disciplina, preparação, treinamento, supervisão e principalmente: planejamento. A vida de um empreendedor também é assim.


Para o consultor, o empreendedorismo pode ser comparado à uma maratona. “Muitas vezes o atleta tem variações propositais de ritmo, em alguns momentos diminui, em outros aumenta, mas aquele que está bem preparado só descansa na linha de chegada, quando finalmente alcançou seu objetivo. A vida de quem empreende também é feita de altos e baixos e de muitos desafios para se chegar ao Pódium”, afirma.


Outro comparativo que o diretor faz é com relação à “volta de reconhecimento” feita pelos atletlas, que tem como objetivo conhecer bem o caminho que percorrerão antes da competição. O empreendedor também deve se preparar para o mercado, que está cada vez mais competitivo, estando atento e estudando seus concorrentes.


Realizar um estudo de viabilidade do negócio, ter um planejamento financeiro e principalmente compreender por completo o ramo de atuação também são imprescindíveis para obter sucesso nos negócios, assim como nos Jogos Olímpicos. Planejamento neste caso é fundamento e nada mais é do que treino.


Colocando em prática
Muitas redes de franquias já praticam muito do que se pode aplica aos Jogos Olímpicos.


Tratando-se de planejamento, por exemplo, algumas redes se estruturam bastante para expandirem, como é o caso da Doctor Frio, especialista em manutenção, limpeza e higienização dos aparelhos de ar condicionado. Através de sua equipe de expansão, a marca possui planos voltados para o melhor desempenho das unidades.


“Assim como nas olimpíadas, estamos sempre em constantes treinamentos, analisando o mercado, planejando novas estratégias, buscando novos produtos e o que há de melhor no nosso segmento. Somos os técnicos e nossos franqueados o time e através de um plano de ação conseguimos mantê-los motivados, direcioná-los com total determinação a terem os melhores resultados, assim como acontece com os atletas”, conta Lilian Figueiredo, responsável pela expansão e comunicação direta com os franqueados da Doctor Frio.


A Doctor Frio atua no mercado há mais de 20 anos e teve sua entrada no franchising em 2014. Hoje, possui cerca de 30 franquias em funcionamento e espera dobrar esse número até o final de 2016.


Outro modelo de franquias que mostra a importância do planejamento para a conquista do pódio e se tornar campeã é a Seguralta, que possui um projeto de expansão montado. Pioneira em rede de franquias de corretoras de seguros do Brasil e no mercado desde 1968, graças à este planejamento a rede conta com mais de 800 unidades comercializadas no Brasil. Além disso, a empresa realiza o acompanhamento dos franqueados para que eles estejam em constante capacitação, crescimento e que seja possível a realização de todos os seus objetivos.


“Definimos metas diárias junto aos franqueados, que é de ligação, de cotação de seguro, fechamento, prospecção de clientes, entre outras”, relata Izabella Souto, supervisora de expansão da Seguralta. Todas as ações desenvolvidas para o crescimento da franquia são feitas com base no potencial de cada região, tempo do franqueado dedicado ao negócio, bem como acompanhamento do fluxo de caixa de cada unidade.


Pioneira como franquia no segmento de varais indoor e outdoor no Brasil, a Só Varais é outra franquia que acompanha o desenvolvimento de seus franqueados comparando os negócios aos jogos olímpicos.


“Uma empresa é como um time que precisa mudar de estratégia quando perde. Por este motivo, precisamos sempre supervisionar e dar o apoio necessário ao nosso franqueado, traçando novas metas e motivando-os quando percebemos que algo não está indo bem. Ao supervisionar seus franqueados, a franqueado não está querendo ter o domínio completo sobre a operação dele no sentido de desconfiar do que ele está fazendo, e sim poder auxiliá-lo para que ele conquiste a medalha de ouro junto com a rede”, explica Williams Duarte, diretor comercial da Só Varais.


Há 20 anos no mercado, a rede presta um serviço focado na venda, manutenção e instalação de varais. Com duas unidades, a marca ingressou em 2015 no franchising e tem como diferenciais não ter concorrentes diretos e comercializar produtos exclusivos.


Outro empresário que se baseia bastante nas Olimpíadas para conseguir os melhores resultados para sua marca e equipe é o fundador da Mary Help, José Roberto Campanelli. “Ser um atleta, assim como um empreendedor, exige planejamento, estabelecimento de metas, foco na execução, métricas que comparam o progresso com os próprios resultados e os de seus adversários. Estar atento aos detalhes, ter garra, energia, entusiasmo e ao mesmo tempo saber lidar com as derrotas como fonte de aprendizado e comemorar bons resultados também faz parte da vida não só de um atleta como de qualquer pessoa”.


Campanelli conta que consegue tudo isso seguindo principalmente pela escolha correta de franqueados de acordo com perfil mais adequado, pela boa operação das unidades franqueadas, o que exige profissionalismo, definição de metas, foco, garra, determinação na condução do negócio, avaliação dos resultados baseados em métricas e com feedback dos clientes.


Há cinco anos no mercado, a Mary Help é a primeira rede de franquias do Brasil com unidades que tem equipes próprias de diaristas para serviços em residências e pequenas empresas. A empresa também oferece o serviço de seleção de profissionais e terceirização de mão de obra e é reconhecida pela qualidade no serviço e excelente atendimento. A rede já possui 50 unidades comercializadas, espalhadas por todas as regiões do país.


Por exigir tanta dedicação e foco, o mundo dos esportes está intimamente ligado ao dos negócios, cada um com um propósito, mas sempre com o mesmo objetivo: conquistar a tão sonhada medalha de ouro, ficando em primeiro lugar. Para isso, basta que as empresas saibam enxergar na visibilidade deste grande evento esportivo uma oportunidade para aprender.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de serviços , Franquias , Gestão de franquias , Mary Help , Seguralta , Só Varais , Doctor Frio