O que é preciso para ter um food truck em BH?

Publicado em 08/04/2015 por Luiz Marcondes | Ultima Atualização em 01/06/2015

A comida de rua é um negócio atraente que pode ser montado com até 50% menos do custo de um negócio tradicional

Em primeiro lugar, cabe a pergunta? Por que comida de rua? Vale a pena abrir mão do conforto ou de um ambiente exclusivo para se alimentar dessa forma? Sim, vale.
Isso porque, de acordo com o IBGE, nos últimos 10 anos comer em restaurante ficou até 140% mais caro. E o food truck se destaca justamente pelo preço, sendo uma boa opção para quem quer comer bem por um preço justo.


Características


A maioria dos food trucks é formada por trailers ou furgões equipados com fogão e geladeira industriais. Além disso, há um tanque para detritos, um exaustor e um reservatório para 50 litros de água. Tudo isso pesa, em média, 3.000 kg distribuídos por cerca de 6 m de comprimento.
O que eles servem? Itens tão variados quanto comida vegetariana , sanduíches, massas, crepes, tapiocas, tacos, brigadeiros gourmet e muitos outros.


A estrutura


Em primeiro lugar, consulte opções de franquias de food trucks. É importante também definir o cardápio pois, de acordo com os ingredientes utilizados, você terá gastos diferentes.
Depois que escolher o veículo que deseja, consulte uma empresa que faz adaptação de food trucks para saber quanto vai custar essa modificação. O preço varia entre R$ 30 mil e R$ 350 mil. Vai depender do tipo de veículo e da necessidade de uma cozinha industrial ou não;
É claro que seu negócio de food truck deverá atender às expectativas do mercado. Por isso, planejamento e pesquisa também serão fundamentais.


Anúncio - Duopo - Serviço de Precificação


Regulamentação específica


Não existe uma legislação específica para os food trucks de Belo Horizonte, eles são regulamentados pelo Código de Posturas (Lei 8.616/2003), o mesmo que se aplica às vans que vendem alimentos. Ali fica determinada inclusive a localização do restaurante sobre rodas.
- Fica estabelecido que a venda de alimentos nesses veículos não pode ser feita a menos de 50 metros de lanchonetes, bares, restaurantes e outros similares;
- Além de estar devidamente emplacado, o veículo precisa ter um recipiente para coleta de resíduos e extintor de incêndio.;
- O responsável pelo food truck deve portar o licenciamento sempre atualizado;
- Todos os vasilhames e utensílios utilizados devem ser fiscalizados e aprovados pela vigilância sanitária municipal;
- É proibido vender bebida alcoólica, refresco, caldo de cana, café, carnes e derivados, sorvete de fabricação instantânea e fruta descascada ou partida (exceto laranja).


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias, Franquias em food trucks, Aspectos jurídicos das franquias, Lei de franquias, Jurídico