Número de novas empresas abertas no Brasil cresce 10,1% em 2018

Publicado em 18/10/2018 por Imprensa

Entre os principais fatores que justifica esse índice está a falta de emprego e o desejo de ser empreendedor

Com o mercado de trabalho cada vez mais árido, muita gente tem buscado alternativas para ganhar dinheiro. Dados divulgados pela BoaVista SCPC, mostram que o número de novas empresas abertas no país cresceu 10,1% no primeiro semestre de 2018, se comparado ao mesmo período do ano passado.

Segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD-C), divulgados em julho pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre os dez grupamentos de atividades da economia, apenas dois tiveram crescimento nos postos de trabalho em relação ao primeiro trimestre: indústria geral (2,5%) e administração pública, defesa, saúde e educação (3,8%). Os demais setores mantiveram-se estáveis.

Esses números justificam o grande sucesso de algumas redes de franquias que atuam em micro nichos, como é o caso da primeira e única rede de moda e corte e costura no Brasil, Sigbol Fashion, que além de capacitar alunos, também oferece modelos de negócios para quem quer se tornar empreendedor. Outra marca que está expandindo bastante é a rede de franquias de serviços estéticos Emagrecentro, que atua no mercado há 32 anos e fechou 30 contratos somente no 1° semestre desse ano.

Nesse cenário, em busca de recolocação no mercado profissional, os irmãos Maitê Matheus Nahfoud, 33, e Bruno Nahfoud, 37, por muitos anos atuaram nos mais variados segmentos em busca de se encontrarem no mercado de trabalho, até que decidiram no ano passado, investirem em um negócio próprio. Ela formada em Comunicação Social e ele graduado em Administração – optaram pelo mercado de franquias por ser um modelo testado e aprovado, até chegarem na inovadora Sigbol Fashion, que é a única no segmento a oferecer curso de moda, corte e costura. O formato do negócio chamou a atenção dos irmãos devido ao segmento atrativo e suporte oferecido pela franqueadora. Em janeiro desse ano, inauguraram a primeira franquia no bairro de Pinheiros e atualmente conta com mais de 110 alunos, o que corresponde a 60% da capacidade do formato de negócio. Com o sucesso do negócio, os irmãos não pensaram duas vezes: acabam de abrir sua segunda unidade da rede no bairro da Vila Maria, Zona Norte de São Paulo. Eles investiram aproximadamente R$ 70 mil na primeira escola, e de acordo com Bruno, o negócio já se pagou.

Outro caso de destaque no empreendedorismo, é o caso do grupo de franqueados da rede Emagrecentro que investiram em um segmento completamente diferente da área que estudaram. Rafael Keiti é engenheiro mecânico e sua esposa, Cinira Harumi, é psicóloga. Gustavo Kavano é odontologista e a sua parceira, Bruna Kavano, é graduada em análise de sistemas. Juntos, abriram uma franquia da marca em Penapólis, interior de São Paulo. O negócio deu tão certo que no primeiro mês de operação eles conseguiram faturar R$ 250 mil e já tem planos de abrir outras unidades.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de cursos profissionalizantes , Franquias de estética , Emagrecentro , Sigbol