Mão de obra temporária no comércio será retardada.

Publicado em 22/10/2014 por Rosana Fernandes | Ultima Atualização em 05/12/2014

Expectativa de contratação de mão de obra temporária pode ser ameaçada por cenário econômico.

Todo final de ano com o aumento das vendas e aquecimento do comércio sempre traz consigo oportunidades para empresas e franquias de diferentes setores. Com o aumento da demanda e mais dinheiro circulando na economia, é um período em que as empresas precisam aproveitar para alavancar os resultados, especialmente na indústria e no comércio, os setores que mais crescem neste período.


De acordo com dados levantados pelo Sindeprestem (Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário do Estado de São Paulo) e da Fenaserhtt (Federação Nacional dos Sindicatos de Empresas de RH, Trabalho Temporário e Terceirizado), há estimativas de contratação de mais de 163 mil empregados temporários no Brasil, sendo quase 80 mil oportunidades só para o estado de São Paulo.


Quando avaliada a estimativa de contratação por região, os números apontam o  Sudeste como líder em contratação de mão de obra temporária com mais de 106 mil vagas, seguido pela região Sul com mais de 28 mil oportunidades. Em terceiro lugar vem o Nordeste, com cerca de 15 mil vagas, em quarto a região Norte, com mais 9mil e em último a Centro-Oeste, com quase 5 mil empregos.


A indústria já começou a contratar, pois devido à necessidade de antecipar a produção possui mais urgência na contratação que outros setores. Só ela deve ser responsável por 30% da mão de obra estimada para o final do ano. Já o comércio, deve ser responsável pela maior parte da contratação de mão de obra temporária, sendo responsável por 70% das vagas. 


Embora os números sejam promissores, há uma grande preocupação capaz de ameaçar o número de contratações de mão de obra temporária: o cenário econômico. Com os índices atuais de inflação, a alta nas taxas de juros e no dólar fazem com que as contratações do comércio sejam deixadas para última hora ou até mesmo sejam reduzidas.


Mão de obra temporária com salários e prazos de contratos maiores


Comparado ao ano passado, a expectativa da média salarial é de aumento. Na indústria o crescimento é de 6%, atingindo a média salarial de R$ 1.298,00, enquanto que no comércio o os números subiram 5%, atingindo salário médio de R$ 1.024,00.


Como estímulo para a contratação e para os futuros funcionários temporários, uma portaria disponibilizou a possibilidade de ampliação no prazo de contratos de mão de obra temporária, aumentando para até 9 meses.


De acordo com a portaria nº 789/2014 no artigo 3º, esta excessão indica que na hipótese


de perdurar o motivo que justifica a contratação do funcionário temporário, este contrato poderá ser prorrogado por até três meses, além dos seis já previstos na Lei 6.019, o que pode ser mais uma oportunidade tanto para quem busca sua primeira oportunidade, como para quem precisa e deseja contratar, como micro e médias empresas.


Com as oportunidades em aberto, é importante para as empresas interessadas em contratações de temporários, permanecerem atentas ao cenário econômico para não ficarem para trás frente à concorrência. 


Franquias de RH, oportunidades de investimento


Se você já atua nesta área ou diante das oportunidades que mencionamos acima se interessou em investir na intermediação de mão de obra temporária, saiba que há franquias de rh com experiência e modelo de negócio que podem ser sua fonte de inspiração e até mesmo a sua oportunidade de investimento.


A RH Brasil Recursos Humanos, por exemplo, possui mais de 20 anos de expertise em Recursos Humanos. Atualmente é uma das maiores consultorias do segmento no país. Já atendeu mais de 3,5 mil clientes e foi responsável pela recolocação de mais de 380 mil profissionais no mercado de trabalho.


Seu plano de expansão atual engloba crescimento através de franquias de rh por todo o país. Para saber mais sobre este projeto, sobre a empresa e detalhes sobre a franquia, acesse o site e tenha acesso a maiores informações.


Clique aqui para receber mais informações: http://www.mapadasfranquias.com.br/registro/newsletter

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Investir em franquias, Franquias, Plano de expansão, Franquias de RH