Lucas Ribas moderniza negócios da família com uma franquia de açougue gourmet

Publicado em 08/03/2016 por Imprensa

Tataraneto de pecuaristas investe em ideia pioneira no segmento de franchising

Criado em uma família tradicional de pecuaristas em Ponta Grossa (PR), no interior do Paraná, Lucas Ribas aproveitou todo o conhecimento que herdou de seu pai sobre produção, comercialização e consumo de carnes para fundar e assumir o comando da primeira franquia de açougue gourmet do Brasil. Desde que foi inaugurada, em julho de 2014, a primeira loja do Da Fazenda Açougue Gourmet não parou de chamar atenção dos moradores da região devido ao espaço arrojado que nada lembra os açougues tradicionais e aos produtos de qualidade de ponta.


Para entender melhor a história do sócio fundador, Lucas é formado em Design Gráfico, pós-graduado em Marketing Empresarial pela UFPR (Universidade Federal do Paraná) e leciona para alunos de graduação em Publicidade e pós-graduação. Tais ocupações o auxiliaram, e muito, tanto na montagem da universidade corporativa implantada na rede, quanto na habilidade de convencer pessoas.


E foi esta habilidade que o sócio fundador usou para convencer o pai, o médico veterinário Damasceno Ribas, que seria válido vender sua parte em uma agência de publicidade em ascensão em Ponta Grossa para ingressar no negócio, visando profissionalizar a gestão e expandir por meio dofranchising. Diante disso, ele passou a se dedicar integralmente a empresa, com o auxílio de seu irmão, Igor Ribas. “Troquei a parceria com meu sócio pela parceria com meu irmão e passei um ano inteiro trabalhando em cima do plano de negócio do açougue para transformá-lo em uma rede de franquias”, acrescenta ele.


A partir deste momento, foram meses de pesquisa e um trabalho minucioso de planejamento e gestão para oferecer um suporte totalmente diferenciado aos franqueados. “Poderia ter lançado a franqueadora antes, mas fiz questão de deixar o negócio bem formatado, além de me inteirar ainda mais sobre o segmento em que atuamos. Após criar os modelos de negócios, elaboramos um estudo abrangente sobre o projeto que visa a expansão da marca, potenciais regiões de interesse, detalhes para a implantação de unidades e estratégias para consolidar o negócio”, explica o franqueador. 


E foi assim, com um modelo de negócios inovador e bem formatado que Lucas vem registrando bons resultados. A primeira loja do Da Fazenda Açougue Gourmet conquistou um faturamento anual de cerca de R$ 1 milhão, em 2015. “O crescimento exponencial dos últimos meses nos mostrou que estamos no caminho correto ao apostarmos no franchisingpara expandir. Depois que inauguramos a loja modelo em Ponta Grossa, percebemos que muitas pessoas ficavam impressionadas com o conceito do negócio. Elas perguntavam se era uma franquia para poderem abrir uma unidade em outras cidades. Estamos otimistas, graças a um estudo feito a partir do IPC, que mostra que este modelo tem potencial para gerar 187 unidades espalhadas pelo país”, diz Lucas.


A expectativa para 2016 é abrir quatro franquias no Paraná (Londrina, Maringá, Cascavel e Curitiba) e mais quatro em Santa Catariana (Joinville, Blumenau, Balneário Camboriú e Florianópolis), com previsão de faturamento médio mensal de R$ 120 mil por unidade. Já a expectativa para 2017 é inaugurar novas unidades no interior de São Paulo, no Mato Grosso do Sul e no Rio Grande do Sul. O investimento inicial para abrir uma loja da rede é de R$ 400 mil a R$ 730 mil, com taxa de franquia, capital de giro e instalação já inclusos no valor, com uma lucratividade que pode variar entre 8% e 15%.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias, Franquias de alimentos, Da Fazenda