Lei do Preço Fixo dos Livros pode favorecer o setor é o que acredita a rede BookPartners

Publicado em 28/04/2015 por Bruna Santos de Souza

A expectativa é de que a Cia dos Livros, marca pertencente ao grupo BookPartners, cresça 20% neste ano, e a expansão se dará principalmente nas cidades do interior.

O mercado de livros está aquecido. No primeiro trimestre deste ano o setor cresceu 1,65%, se comparado com o mesmo período do ano passado, porém ficou abaixo da inflação. Mas espera-se que o mercado livreiro continue avançando no mesmo ritmo. As informações são da pesquisa realizada pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e o Instituto de Pesquisa Nielsen, com base nos dados da BookScan Brasil, que apura as vendas das principais livrarias e supermercados. Além disso, o ano será agitado para o setor, já que acontecerão durante todo 2015 cerca de 300 eventos literários no Brasil. Dentro deste aspecto, o mercado de franquias ligado aos livros poderá crescer? Sim, poderá, disse Adriana Isidio, Coordenadora de Marketing da BookPartners. A coordenadora falou também sobre o que a marca espera deste ano, quais as expectativas de crescimento e sobre o projeto de lei sobre o Preço Fixo dos livros. Confira abaixo a conversa que tivemos com ela.


Mapa das franquias: De acordo com a pesquisa do SNEL houve um crescimento de 1,65% no faturamento no primeiro trimestre deste ano, porém ficou abaixo da inflação. Vocês sentiram esse reflexo?


Adriana Isidio: Ainda não sentimos reflexo em nosso faturamento, mas foi uma boa surpresa o fato de não termos tido uma queda nas vendas, apesar da economia brasileira já enfrentar crises. Isso mostra que, de alguma forma, já somos reconhecidos no mercado e, ainda, que temos clientes fiéis, mesmo numa época difícil economicamente para o Brasil. Nós crescemos 26% o ano passado e pretendemos manter este ritmo em 2015, preenchendo os gaps que a concorrência tem deixado neste mercado.


Mapa das franquias: Uma das discussões do setor é o Projeto de Lei do Preço Fixo (PL 49/15) que está tramitando no Senado Federal. Muitos responsáveis por editoras e livrarias apoiam, já outros não. O que vocês acham deste projeto? Apoiam ou são contrários?


Adriana Isidio: Esse é um projeto bastante polêmico sobre o qual há muitas opiniões divergentes. Nós somos a favor da lei, acreditamos que ela será benéfica para o mercado e que fará com que a concorrência trabalhe de forma ainda mais profissional. Os serviços e o atendimento deverão prevalecer na escolha do consumidor e não o menor valor.


Também com a Lei do Preço Fixo nós garantimos a bibliodiversidade. Hoje os grandes e-commerces focam em vender livros da lista de mais vendidos, quase 40% deles escritores estrangeiros, pois o foco é vender outros produtos e não os livros em si, que são usados como uma ferramenta promocional, atraindo a audiência para seus sites. Já as livrarias têm um papel mais social, que tem como objetivos divulgar novos títulos, novos autores e também a criar leitores. Fomentar a literatura nacional e ajudar a criar um país de leitores.


Mapa das franquias: Com o atual cenário econômico do Brasil, vocês acreditam que o setor continuará crescendo?


Adriana Isidio: Acreditamos que existe possibilidade de crescimento, mas sabemos que dependerá de muito trabalho, de muita vontade de olhar fora da caixa e oferecer outros serviços, outras formas de comprar e de trabalhar também no incentivo da leitura.


O nosso projeto de abertura de livrarias físicas em shoppings voltados para as classes B/C e localizados no interior foi embasado no intuito de cobrir um determinado eixo de cidades não atendidas com mais de 200 mil habitantes, pois acreditamos que existe nesse contexto uma grande possibilidade de expansão.


Mapa das franquias: Quando nasceu a Cia. dos Livros? Vocês adquiriram a marca em 2012, correto?


Adriana Isidio: A Cia. dos Livros como e-commerce, está presente há cerca de 14 anos e foi adquirida pelo Grupo BOOKPartners em 2012. O projeto de lojas físicas se iniciou em 2013 e continuará sua expansão agora em 2105.
A Cia. dos Livros acaba de conquistar a medalha Diamante do E-bit e já está trabalhando para a abertura de novas lojas previstas para funcionar nas cidades de Araraquara, São Carlos, Araçatuba, no interior de São Paulo, e Maceió, capital de Alagoas.


As lojas contarão com com um mix de produtos bem diversificado, para atender desde o público infantil até professores com materiais educativos, idiomáticos, acadêmicos, literatura, best-sellers, acessórios e papelaria, além de espaço para eventos e café.


Mapa das franquias: Atualmente são quantas franquias da Cia. dos Livros?


Adriana Isidio: A rede já possui 15 lojas, sendo 14 próprias e 1 franqueada.


Mapa das franquias: Qual a projeção de crescimento para a Cia dos Livros na questão faturamento para este ano?


Adriana Isidio: Nós ainda não temos dados precisos, mas como dito acima pretendemos manter o ritmo de crescimento do ano passado e crescer mais de 20%.


Mapa das franquias: Quantas franquias da Cia. dos Livros vocês pretendem abrir neste ano?


Adriana Isidio: Este ano estamos focados na abertura de lojas próprias por acreditar que há ainda a muito espaço. No caso das franquias, seremos muito criteriosos na seleção de possíveis franqueadores, pois queremos criar uma rede sustentável e saudável, com pessoas que acreditem e gostem do mercado leitor e não apenas queira uma franquia para retorno financeiro.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Mercado de franquias, Franquias, Franquias de Livrarias , Crescimento da franquia, Crise Econômica, Economia e Mercado