Laboratório gastronômico vira franquia

Publicado em 25/10/2018 por Luiz Marcondes

A Burger Lab tem hambúrgueres diferenciados a preços competitivos, saiba mais

A hamburgueria Burger Lab surgiu em 2012 utilizando cortes de gado Angus frescos (nunca congelados) para fazer burgers moídos e servidos no mesmo dia. De acordo com a marca, o mesmo cuidado é dado aos toppings e pães que acompanham as iguarias.

Hoje, a Burger Lab tem unidas em São Paulo, capital, no interior e em Belo Horizonte. Mas não quer parar por aí.

Conversamos com Jorge Boratto, o fundador da marca, para entender o negócio e saber mais sobre sua relação com seus franqueados. Confira.

Mapa das Franquias: Como surgiu a Burger Lab e como a marca entrou pro franchising?

Jorge Boratto: A Burger Lab surgiu no final de 2012 com a premissa de oferecer um produto premium com preços competitivos e não abusivos respeitando o conceito do livre arbítrio. Isto é, o cliente paga pelo o que ele consome.

Um exemplo: se você pedir um X salada em uma hamburgueria e pedir para tirar o alface, mesmo assim irá pagar por ele.

Na Burger Lab não é assim. O cliente monta o seu burger do jeito que ele quer, e paga apenas por isso.

Mapa das Franquias: Qual o grande diferencial (ou diferenciais) do Burger Lab? 

Jorge Boratto: O novo modelo tem auto atendimento onde o cliente escolhe sua refeição e paga através de um monitor/tela instalada na entrada da loja.

Mapa das Franquias: Quem são os principais concorrentes?

Jorge Boratto: Atualmente eu diria Bullger, Cabana e Lanchonete da Cidade.

Mapa das Franquias: O “lab” do nome dá ideia de laboratório. Vocês experimentam muito até chegar nas receitas ideais? Se sim, como é o processo?

Jorge Boratto: Sim, eu realizei mais de 80 testes com carnes! 

Mas o nome Lab, de laboratório, surgiu exatamente com esse propósito do cliente poder montar/experimentar do jeito que preferir, pagando pelos ingredientes escolhidos.

E o franqueado?

Mapa das Franquias: Qual o perfil ideal do franqueado? Tem que ser um gourmet, um chef, um empreendedor? 

Jorge Boratto: Tivemos muitos problemas em franquear para gente despreparada e para isso chegamos a uma solução:

Detectamos que existe dinheiro no mercado buscando oportunidades mas que não está disposto a colocar a "barriga no balcão". Sendo assim, desenvolvemos um modelo onde fazemos a gestão da loja para o franqueado/investidor.

Mas o perfil do franqueado que estamos buscando é muito simples: estar comprometido com a loja, sua equipe, marca e franqueadora.

Mapa das Franquias: Como é o treinamento oferecido ao franqueado? Quantas horas de duração? Há algum custo para o franqueado?

Jorge Boratto: O treinamento inicial está incluso na taxa de franquia.

Treinamos durante 1 semana nas nossas lojas, depois ficamos mais 1 semana antes da inauguração na loja franqueada e acompanhamos mais 1 semana pós-inauguração. 

Depois disso, contratualmente as visitas são trimestrais mas temos realizado visitas quase que semanais nas lojas franqueadas e o custo está embutido nos royalties.

Mapa das Franquias: Como é feito o acompanhamento no dia a dia da rede? A consultoria de campo acompanha os franqueados? Como é feito esse suporte?

Jorge Boratto: Respondemos diariamente dúvidas através de e-mail, celular ou whatsapp. 

Somos bem presentes nas lojas através de consultoria de campo e equipe de nutricionistas que verificam processos, padrões, higiene, manipulação de alimentos, entre outros pontos importantes como limpeza da loja, ambiente, atendimento, etc...

Mapa das Franquias: A marca possui fornecedores homologados? Há algum produto que o franqueado possa comprar por sua conta?

Jorge Boratto: Todos os fornecedores são homologados! Para a maioria dos produtos inclusive, temos vários homologados por que são produtos "commodities" como queijos, hortifruti, etc...

Mapa das Franquias: Qual a rentabilidade do investimento no Burger Lab?

Jorge Boratto: O novo modelo proposto com auto atendimento da entre 18 e 22%.

Mapa das Franquias: Quais os planos de expansão para 2018 e quais as melhores praças para crescer?

Jorge Boratto: Nosso objetivo para 2018 é franquear 8 lojas.

O mercado da cidade de São Paulo está saturado mas por incrível que pareça o mercado de burgers no Brasil ainda está muito atrasado em relação à São Paulo.

Tem muito o que crescer, amadurecer e se desenvolver.

E afirmo isso em termos de produtos também! Qualidade dos ingredientes de maneira geral.

Prova disso é que inauguramos uma loja em Belo Horizonte e além de apresentar excelente resultado desde o primeiro mês, já está sendo considerado o melhor burger da cidade!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Burger Lab , Franquias de fast-food