Global Study democratiza acesso ao empreendedorismo

Publicado em 21/01/2016 por Imprensa

Solidez da franquia de intercâmbio transforma funcionários em franqueados

Democratizar o acesso ao intercâmbio sempre foi a missão da Global Study, franquia de intercâmbio. O que a marca não imaginava é que também ajudaria a democratizar o empreendedorismo. A empresa, que está em operação desde 2007, tornou-se franquia em 2014 e, desde então, já abriu 14 unidades pelo Brasil. Comprovando seu DNA de tornar sonhos mais acessíveis, três dessas unidades são franquias compradas por ex-funcionários da rede.


O processo de seleção dos franqueados sempre foi um grande diferencial da franquia. Segundo Flávio Imamura, sócio-fundador da rede, é fundamental escolher com cautela e olhar clínico os empreendedores que querem comprar uma unidade, escolhendo bem quem irá gerenciar uma loja você aumenta as chances de sucesso e fortalece a marca como um todo. “Vender para funcionários foi uma ideia brilhante que tivemos, afinal essas pessoas já tiveram contato com a empresa e, portanto, conhecem os pontos fortes e, principalmente, os pontos fracos da rede. Fica muito mais fácil lidar com os problemas do dia a dia”, afirma Imamura.


A franqueada da unidade do Morumbi, Caroline Coli, é um dos cases de sucesso da franquia. Ela foi aluna de intercâmbio em 2013 quando viajou um ano para a Austrália. Quando voltou para o Brasil foi indicada para uma vaga na unidade do Paraíso. Inicialmente, Caroline trabalhou no departamento de novas franquias, mas depois passou por vários cargos dentro da unidade. “Depois que voltei da Austrália estava decidida a começar o meu próprio negócio e descobri que o intercâmbio era uma forma de contribuir para o futuro do meu país. Comecei a buscar uma empresa que estivesse alinhada com os meus princípios e encontrei a Global Study, me identifiquei com a estratégia, missão, visão e valores da empresa. Desde a primeira conversa com o Flavio, ainda como funcionária, expliquei que o meu desejo era aprender ao máximo sobre o negócio para futuramente comprar uma franquia”, explica Caroline.


A oportunidade de comprar a loja do Morumbi surgiu em agosto de 2015. “Fiquei extremamente feliz quando consegui realizar esse sonho antigo. Durante o tempo que trabalhei na unidade do Paraiso tive a chance de andar lado a lado com o CEO e aprender tudo sobre a Global. Muitos fatores me fizeram acreditar na marca e apostar no sucesso da rede. Entre eles: o suporte ao franqueado, os preços e condições de pagamento e parcelamento da viagem e, o mais importante de todos, o bom relacionamento entre os sócios e os funcionários”, complementa a franqueada.


Proporcionar esse tipo de oportunidade é algo frequente na franquia, Danilo Moreno, franqueado do Rio de Janeiro, sempre teve o sonho de ter uma franquia de intercâmbio, passou por duas agências antes de começar a trabalhar na Global Study e, segundo ele, a intenção era conhecer os processos para depois comprar uma unidade. No entanto, não se identificou com as franquias anteriores e quando surgiu a oportunidade de trabalhar na Global imaginou que essa seria a chance que precisava para realizar seu sonho. “Trabalhei três meses na unidade do Paraiso como consultor de vendas e coordenador de destinos da Oceania. Os sócios me fizeram a proposta para assumir a unidade do Rio de Janeiro e, sem pensar duas vezes, viajei e fui conhecer as instalações. Quando voltei, e estava decidido a ficar com a unidade, em menos de uma semana me mudei para o Rio e coloquei a agência para funcionar”. Os sócios Danilo e Valney Furtado, tocam a unidade do Rio.


A gestão da rede é um dos pontos fortes que sustentam e dão base para o crescimento da franquia. “O que me fez acreditar na Global Study, mais do que em qualquer outra, é a forma como os sócios conduzem os negócios. Os franqueados e funcionários são ouvidos e fazem parte das grandes decisões. O crescimento da empresa é feito de forma planejada o que da segurança e confiança na marca”, expõe Moreno.


Já a unidade da rua Frei Caneca, em São Paulo, foi inaugurada em setembro de 2015. Mesmo sendo uma loja recente e tendo enfrentado as atuais dificuldades econômicas, a agência tem demostrado flexibilidade e potencial para crescimento. Um dos motivos de tanto sucesso é que a loja foi aberta por um ex-funcionário da Global. Vinicius Narciso trabalhou durante sete meses na rede, nos cinco primeiros como consultor educacional e, posteriormente, assumiu o cargo de coordenador de destinos para os Estados Unidos. “Conhecer os problemas e ter experimentado na pele a resolução dessas dificuldades é um grande diferencial para quem quer empreender. Desde o meu primeiro dia de trabalho acreditei não só na marca Global Study, mas também no mercado de intercâmbios, durante todo o tempo em que fui colaborador somente confirmei minha primeira impressão de que democratizar o acesso ao intercâmbio cultural é possível. Decidi apostar ainda mais na marca e comprei a unidade da Frei Caneca. A empresa é extremamente focada em qualidade e o grande diferencial é a flexibilidade de tratar cada aluno como único, dando várias opções de pagamento e de destino, tudo para valorizar os estudantes e tornar totalmente viável a viagem de suas vidas”, aponta Narciso.


Para o CEO, o maior orgulho da Global Study é construir diariamente uma empresa preocupada com a qualidade daquilo que entrega. “Estamos sempre monitorando de perto todos os problemas e, principalmente, todas as soluções da rede. Dessa forma, é fácil minimizar riscos e apontar soluções quando alguma coisa acontece. Essa relação transparente entre franqueador, franqueados e funcionários nos torna cada dia mais fortes e únicos perante a concorrência”, finaliza Imamura.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias, Gestão de franquias, Franquia de intercâmbio, Global Study