Franquias de beleza são apostas de investidores com baixo poder aquisitivo para driblar crise

Publicado em 10/11/2015 por Imprensa

Franquias Mais Olhar e Mais Depil revelam planos de expansão dos negócios

Na contramão da crise econômica, o mercado de estética & beleza é um dos que mais cresce no Brasil e está atrás apenas dos Estados Unidos e do Japão. A Associação Brasileira do Franchising (ABF) revela que o setor de Saúde & Beleza foi o terceiro segmento com maior participação na receita do setor em 2014, respondendo por 18,3% do faturamento total na casa dos R$ 128 bilhões.


Exemplo de investimento certeiro está a rede Mais Olhar, franquia de estética especializada no embelezamento do olhar: cuidados com sobrancelhas e cílios.


A empresária Marcela Malta di Napoli, da Mais Olhar do Rio de Janeiro, há um ano decidiu investir em franquia de beleza após ver o segmento em alta. “Sempre quis ter meu próprio negócio e sentia a necessidade de ter algo mais estruturado, com orientação para começar a trabalhar. Pesquisei muito sobre franquias adequadas ao meu perfil e percebi que, mesmo em tempos de crise, a mulher nunca deixa de lado o cuidado para ficar bonita. A partir daí conheci a Mais Olhar”, revela a empresária.


Mesmo sem capital necessário para adquirir o próprio negócio, Marcela observou que havia possibilidade de abrir uma franquia com valor de investimento acessível. Desse modo descobriu a rede Mais Olhar e resolveu investir na marca, observando o lucro e prazo de retorno do investimento. Seu investimento inicial foi de aproximadamente R$ 30 mil e hoje o faturamento já chega a R$ 12 mil. A empreendedora abriu a unidade no Shopping Barra World e, com apenas um ano de funcionamento, a franqueada afirma que já teve o retorno do investimento. O sucesso foi tanto que Marcela planeja abrir a segunda franquia em 2016, junto com uma unidade do mesmo grupo, a Mais Depil, da empresária Paula Menezes. “A chance de ter retorno com franquia faz com que o empreendedor sinta-se mais seguro, mesmo em um ano difícil para todos. É essencial buscar uma franquia com boa expertise e que realmente ofereça o suporte necessário”, reforça Marcela.


Já o empresário Rodrigo Ferreira Silva, que abriu sua primeira empresa de móveis aos 29 anos, este ano resolveu expandir sua receita apostando em uma empresa de serviços com foco no segmento de beleza. Desse modo, participou de uma feira de empreendedorismo e investiu no modelo Store in Store, ou seja, uma unidade da rede Mais Olhar dentro de uma unidade da rede Mais Depil, em agosto de 2015. “Mesmo com a situação da economia estar crítica, acreditei no segmento de estética. Nos momentos de dificuldades há sempre boas oportunidades para se agir com precaução”, opina Silva. Para abrir as unidades, o franqueado investiu R$ 150 mil, resultado da poupança que fez antes de iniciar um novo negócio. Com instinto empreendedor, o investidor trabalhou em diversas empresas com intuito de guardar dinheiro para ter seu próprio negócio. O empresário ainda constatou que, mesmo com o pouco tempo em que as lojas foram abertas, a cada mês aumenta mais seu faturamento.


Paula Menezes, diretora das redes de franquias Mais Olhar e Mais Depil, revela planos de expansão para todo o país e mantêm expectativa no setor – novas unidades das franquias serão inauguradas em Salvador e em Belo Horizonte no início de 2016. “Estamos com uma procura maior nos últimos meses justamente de pessoas que querem superar a crise e ter seu próprio negócio. Há empreendedores que aproveitaram o dinheiro de rescisão de contrato para investir nas franquias, pelo valor baixo de investimento e com o retorno garantido em pouco tempo”, declara a diretora.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias, Franquias de beleza , Franquias de estética, Franquias de depilação, Franquias store in store, + Depil, Setor de beleza, Mais Olhar