Franquia dá oportunidade para estudantes de comunicação empreenderem com menos de R$ 20 mil

Publicado em 30/11/2016 por Imprensa

Ao se tornarem franqueados da agência de marketing KMC, estudantes e recém formados na área e cursos afins, podem optar por trabalhar de um escritório virtual

O que faz uma pessoa empreender não é necessariamente sua idade ou formação acadêmica, mas a vontade de colocar em prática as visões ou sonhos que se tem. Grandes empresas surgiram enquanto seus fundadores ainda estavam na faculdade. Facebook, Dell, Google e MicroSoft são exemplos disso.


Segundo pesquisa “Empreendedorismo nas Universidades Brasileiras 2014”, realizada pela Endeavor em parceria com o Sebrae, 6 em cada 10 universitários pensam em empreender. O estudo contou com a participação de 4.911 estudantes, que estudam em cerca de 70 Instituições de Ensino Superior (IES), de todas as regiões brasileiras. Segurança familiar e independência na carreira foram as principais motivações encontrados pelos estudantes.


É de olho no perfil desta parcela da população, que franquias como a KMC procuram crescer. “Além de antenada, colaborativa e ágil, esta nova geração que está cursando ou acaba de sair da faculdade, é bastante corajosa, criativa, destemida e confiante. A versatilidade deste público está praticamente reinventando o jeito de fazer negócios. É justamente com todo este gás somado à expertise da KMC como franqueadora e especialista em marketing,  que queremos crescer e expandir para todas as regiões do país”, declara Kleber Santana, sócio fundador da Agência KMC.


No mercado há 20 anos, com uma cartela de mais de 15 mil clientes atendidos, e atualmente com 250 clientes ativos de diferentes áreas de atuação, a KMC migrou recentemente para o franchising com o objetivo de expandir para todo o país. A rede busca, sobretudo, estudantes e recém formados em publicidade, comunicação e marketing para serem seus franqueados. O investimento na marca é a partir de R$ 19.900,00.


Já com duas unidades em São Caetano do Sul – região do ABCD, uma piloto e outra franqueada, aexpectativa é conquistar 100 unidades no Brasil todo e no exterior até o final de 2017, sendo 70%delas composta por universitários ou pessoas que acabaram de se formar. 


Totalmente focada em vendas e em fazer com que seus clientes vendam cada vez mais, a KMC tem como objetivo principal o resultado e não apenas a fixação da marca. Com departamentos de criação, marketing digital, off-line e programação, a agência oferece consultoria em marketing e vendas, desenvolve campanhas, sites, lojas virtuais, logomarca, sistemas e cria toda a identidade visual de uma empresa.


Com mais de 5.500 sites e cerca de 11.500 projetos desenvolvidos, A KMC hoje fatura cerca de R$ 250 mil e pretende chegar a um faturamento de até R$ 600 mil nos próximos 12 meses.


Falta “Ensino Empreendedor” nas universidades


Outro aspecto apontado pela pesquisa sobre empreendedorismo nas universidades, realizada pela Endeavor, é que as disciplinas de Ensino Empreendedor não estão tão bem distribuídas entre os diferentes cursos e a vontade de cursá-las é superior a 70%. De todos os universitários questionados, 48,7% afirmam que já fizeram ao menos uma disciplina de empreendedorismo. Somente cerca de 10% do total de alunos não prioriza ou não se interessa por empreendedorismo.


“A falta de cursos de empreendedorismo nas próprias faculdades, faz com que estes jovens não tenham uma diretriz em sua jornada empreendedora, por este motivo o investimento em uma franquia oferece mais segurança a esses jovens, que poderão contar com o apoio e know-how da franqueadora e de um negócio já testado e formatado. As chances do sonho de ser dono do próprio negócio se tornar um pesadelo diminuem consideravelmente desta maneira”, explica Kleber.


Franqueado terá todo o suporte do departamento de criação da KMC


Uma das vantagens para quem pretende apostar no formato inovador de franquias da KMC, é o fato do franqueado ter somente a preocupação de atender os clientes e acompanhar o desenvolvimento de seus projetos e campanhas. Isso porque ele conta com todo o suporte em planejamento de projetos de marketing e vendas, do departamento de criação, desenvolvimento de sites e lojas virtuais, de programação de sistemas, de campanhas web, atendimento ao cliente, assessoria de imprensa e jurídico.


Além disso, também conta com sistemas de gestão e acompanhamento de clientes, diferente de tudo que existe hoje no segmento. As soluções utilizadas pela rede dão condições aos franqueados de parametrizarem empresas, fazerem uma imersão no negócio do cliente, entenderem suas necessidades e proporem sugestões de mudanças baseadas também em outros segmentos.


Com menos de R$ 20 mil é possível ser um franqueado


Os interessados em se tornar franqueado podem iniciar o negócio investindo a partir de R$ 19.900,00. A rede opera em três formatos: Home-Based, cuja proposta é que o franqueado trabalhe em seu carro ou em um endereço de escritório virtual, onde ele poderá ficar 24 horas por dia; Office, que é necessário ter um escritório pequeno de no mínimo 30 metros² e ao menos 2 atendentes e 1 profissional para o administrativo; e o Master, que dá ao franqueado a possibilidade dele atender uma região maior e controlar até um estado.


Das 100 unidades que pretende abrir até o final de 2017, a KMC espera que 60% seja no formato Home-Based , 35% Office e 5% no Master.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de serviços, Empreender, Franquias, Franquias home based , Franquias de baixo investimento, Franquias até 30 mil, Agência KMC