Franquear é a melhor solução?

Publicado em 11/05/2015 por Rosana Fernandes

Entenda quais as principais dificuldades e veja se seu negócio realmente é franqueável

O mercado de franquias é realmente muito atrativo, tanto pela dinâmica de relacionamento e expansão do modelo de negócios, quanto pela arrecadação e lucratividade, no entanto, mesmo sendo um mercado bilionário, ainda assim há empreendedores e empresas que não estão aptos o suficiente para franquear.


Para se manter forte e bem sucedida, a franquia precisa manter a padronização e também possuir uma marca forte e estável, especialmente no processo produtivo, caso contrário, as chances de fracasso são muito grandes.


Confira algumas razões que servem como indicadores de que ainda não é o momento de tornar sua marca franqueável e descubra como minimizar os riscos.


Dificuldade na padronização


Produtos ou serviços extremamente dependentes do talento pessoal do dono, empresas com processo demasiadamente manual ou que requerem intensa supervisão para manter o padrão de qualidade ainda não estão preparados para ser franqueáveis.


Como reverter?


É importante checar se a condução do processo produtivo realmente não pode ser alterada. Caso isto seja possível, monte uma linha de produção com capacidade para obedecer etapas, prazos e que permitam a manutenção da qualidade necessária e após alguns períodos de testes deste novo formato você será capaz de franquear este modelo.


Pouca experiência operacional


Muitos empreendedores, surpresos com a velocidade do sucesso resolvem se antecipar e planejar a expansão de seu negócio através do modelo de franquias, crendo que o bom desempenho se manterá em diferentes mercados e junto a públicos distintos, mas isto não é verdade.


Como reverter?


Negócios com pouco tempo de mercado ou apenas uma unidade, ainda não estão maduros o suficiente para se tornarem uma franquia. O recomendado é que haja pelo menos mais uma unidade própria e alguns anos de experiência para gerar relatórios consistentes sobre o seu desempenho, amadurecimento do padrão de gestão, do know-how, além de confirmar viabilidade mesmo em períodos sazonais.


Grande sucesso regional


Negócios customizados, muito bem adaptados e sucedidos em algumas regiões podem deixar seu dono orgulhoso e com grandes sonhos de expansão através de franquias, mas é preciso tomar cuidado, pois o regionalismo traz também limitações. Antes da expansão, pode haver inúmeras barreiras culturais e logísticas, por exemplo, que atrapalhem a manutenção do padrão da empresa.


Como resolver?


Antes de franquear negócios com esta característica é importante avaliar bem o mercado e quais regiões realmente são promissoras. Apesar da dificuldade, é possível sim tornar um modelo regional franqueável e espalhá-lo por regiões mais distantes, mas para isto, cuidados como o planejamento logístico das matérias primas- que muitas vezes estão limitadas a região original-, da produção e realização de pesquisa de preferências do público-alvo são passos fundamentais para um crescimento sólido.


Ausência de perfil de franqueador


Além do sucesso do negócio, também é preciso que o proprietário possua características compatíveis com o modelo de franquias. Se você é controlador, centralizador, possui dificuldades para delegar e é resistente para confiar em outras pessoas, isto é um grande sinal de alerta.


Como resolver?


Este quesito é extremamente pessoal e nem sempre é reversível. Para evitar frustrações, o empreendedor precisa conhecer seu perfil profissional e ser honesto consigo mesmo.


Se acredita que é possível minimizar o impacto de características como as citadas acima, faça isto antes de franquear, invista em seu auto-desenvolvimento até se sentir seguro para dar os próximos passos, caso contrário, mantenha seu negócio no padrão atual e continue desenvolvendo seu bom trabalho.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Mercado de franquias, Franquias, Bons Negócios, Modelo de Franquia