Expectativa de recuperação econômica anima empreendedores brasileiros

Publicado em 09/01/2017 por Imprensa

Acqio Franchising teve bom desempenho durante a crise e espera melhorar resultado em 2017

Ano novo, expectativa de economia positiva. Apesar dos pesares o brasileiro segue otimista diante dos fatos. Nos anos passados, mesmo com a crise, muitas empresas garantiram um bom desempenho. Para essa nova temporada a expectativa é de que o resultado não só seja parecido, mas também apresente melhora.


A Acqio Franchising (rede de franquias especializada em pagamento eletrônico) surgiu em meio ao boom da crise e tem sido um ótimo negócio. Criada em agosto de 2015, a marca logo conquistou o mercado e em pouco tempo passou a gerenciar mais de 550 franqueados por todo o país. Com o diferencial da venda, e não da locação da maquininha, foco no PME – Pequeno e Médio Empresário e valor de investimento equivalente às nanofranquias, a empresa superou a crise e espera deslanchar no mercado este ano.


E para garantir um bom destaque, apostou no fortalecimento de algumas vertentes para respingar não só no dia a dia da empresa, mas sim de toda a rede. Kawel Lotti é diretor executivo da Acqio, de acordo com ele, durante o 1º ano de operação a marca investiu muito no desenvolvimento e melhorias na performance dos produtos. “Triplicamos o quadro de colaboradores e criamos uma estrutura especifica de suporte (hotline) para os nossos franqueados que visa atender de forma primorosa as demandas dos nossos clientes”, falou.


Além disso, investiu na conquista de FDAs – Franqueado de Desenvolvimento de Área para dar conta da demanda. Atualmente são 50! Esse profissional oferece suporte, atendimento e atua na gestão dos franqueados da sua determinada região. Ou seja, a Acqio tem correspondentes diretos por todo o Brasil.


Mas sabe aquela parte: “deslanchar no mercado”? Pois é. Esse é o principal objetivo da Acqio este ano. E a meta é audaciosa, operar mil unidades até dezembro. Para o investidor é uma excelente oportunidade. Isso porque toda e qualquer atitude feita pela franqueadora para conquistar o possível franqueado reflete no desempenho e benefícios diretamente ligados a ele.


Para quem tem pouco capital, por exemplo, os números agradam: por se tratar de home office os custos são barateados, o investimento é baixo – R$6.990 (taxa de franquia + capital de giro) dividido em até 12 vezes no cartão, lucro médio de R$3.990 e o retorno obtido de 6 a 8 meses.


Para quem vende as maquinetas o negócio é bom, e para quem compra também. Ao cliente final:
- Não é cobrado a taxa de adesão e aluguel da maquininha;
- Está disponível para pessoas físicas e jurídicas;
- Aceita cartões de crédito e débito em qualquer lugar;
- Com os POS / Mini POS a empresa pode vender a vista ou parcelado em até 12 vezes no cartão;
- Antecipação automática do recebimento em até 4 dias úteis;
- Acompanhamento das vendas acontece em tempo real por meio do portal;
- Venda presencial e consultiva.
- Maquinetas com valores acessíveis; a partir de R$718


Mil unidades
O objetivo é finalizar 2017 com mil unidades em operação. Por esse motivo, a Acqio trará ainda mais novidades. “Vamos lançar vários serviços nos diferenciando dos atuais concorrentes. Um deles será a TEF (que possibilita lojista receber no próprio equipamento PDV as transações eletrônicas de cartões de crédito, débito e benefícios, agilizando a venda já que as operações de recebimento ficam associadas ao aplicativo de frente de caixa) para mercado PME, nosso cartão próprio, entre outros”, finalizou.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de serviços, Franquias, Franquias home based , Franquias de baixo investimento, Acqio Franchising