Em tempos de crise, franquia para complementar renda é bom negócio

Publicado em 15/05/2015 por Imprensa

Com a Mr. Kids é possível trabalhar de 1 a 2 vezes por semana, com ganhos maiores até do que o próprio salário

Uma franquia de máquinas de brinquedos e doces, onde o trabalho do franqueado é abastecer os equipamentos com produtos e retirar o dinheiro acumulado. Esta é a micro franquia da Mr. Kids, que vem crescendo com franqueados que, na maioria, possuem outros negócios ou até mesmo empregos fixos. Isso porque após estabelecer os acordos comerciais com estabelecimentos como shoppings, hipermercados e outros comércios para a instalação das máquinas que liberam brinquedos e doces após a colocação de moedas, basta apenas gerenciar o negócio de qualquer lugar, abastecer os equipamentos e recolher o dinheiro.


Eloisa Oliveira Kalaf, 35 anos, é um exemplo de mulher que procurou a Mr. Kids para complementar a renda que possuía na fábrica de equipamentos eletroeletrônicos da família, onde trabalha desde os 14 anos na área Administrativa. Hoje, ela fatura cerca de R$ 7 mil mensais, com 28 máquinas instaladas em shoppings, buffets e supermercados. "Depois que tive minha filha, precisava aumentar a renda e não tive medo de encarar mais uma atividade", conta ela, que, hoje abastece as máquinas cerca de 2 a 3 vezes por mês. "Minha meta é chegar a um faturamento mensal de R$ 12 mil com o negócio", completa.


Marcelo Oliveira, 43 anos, trabalha no ramo da construção civil em Juiz de Fora/MG e hoje já possui 65 máquinas instaladas em shoppings, hipermercados, padarias e lanchonetes. Fatura mais de R$ 12 mil bruto por mês e trabalha de 2 a 3 vezes por semana no negócio. Robson Inga é outro franqueado que complementa a renda mensal com a Mr. Kids. Ele é gerente comercial de um shopping Center em Dourados/MS e tem 77 máquinas de brinquedos e doces e também fatura cerca de R$ 12 mil ao mês trabalhando apenas 8 dias por mês. "Normalmente trabalho aos finais de semana ou em horário de almoço e até à noite se for necessário, mas tem valido a pena", explica. Ele já realizou acordos de parceria em diversos estabelecimentos para deixar seus equipamentos, como shoppings, hipermercados, panificadoras e pizzarias.


Desde que foi lançada, em 2012, a Mr. Kids vem crescendo a passos largos e o resultado das vendas tem animado, tanto o fundador, Antonio Chiarizzi, quanto os franqueados. Para garantir qualidade e diferenciais no mercado, a empresa possui um acordo de importação com a fabricante das máquinas no Canadá, que fornece os equipamentos para a Mr. Kids. "Entre a criançada, os produtos fazem o maior sucesso, pois tivemos o cuidado de trazer itens colecionáveis e com licenciamento profissional de personagens, como os da linha da Turma da Mônica, Hanna Barbera, Disney, Marvel, entre outros, todos com certificação do INMETRO e ANVISA. Nosso público consumidor já chega a 170 mil pessoas por mês", detalha ele.


Com um investimento de apenas R$ 18 mil (R$ 8 mil a Taxa de Franquia, R$ 10 mil inicialmente para a compra de equipamentos e R$ 1.000,00 para o estoque inicial de produtos), já é possível iniciar o negócio. Dependendo do número de máquinas e dos modelos escolhidos pelos franqueado, cujos preços variam de R$ 1.185,00 a R$ 8.920,00, o faturamento mensal pode variar de R$ 2.450,00 a R$ 50 mil ou mais. Mas é na rentabilidade que está o grande retorno: de 40 a 50% sobre o faturamento, uma das maiores do mercado. "Como não cobramos Royalties e não há a necessidade do franqueado ter um ponto comercial nem funcionários, os ganhos são muito interessantes", completa Chiarizzi.


Em apenas 2 anos de operação, a Mr. Kids já abriu 90 franquias, 28 delas somente de dezembro de 2014 a março de 2015.


Inedita Sp


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias, Bons Negócios, Mr. Kids , Crise Econômica, Economia e Mercado