Deep Freeze Congelados Artesanais aposta no modelo de franquias para sua rede de lojas

Publicado em 16/09/2016 por Imprensa

Eles foram pioneiros no segmento de comida congelada artesanal no Rio de Janeiro. Inaugurada há 34 anos na cidade, a marca Deep Freeze Congelados Artesanais aposta agora no modelo de franquias para suas seis unidades. A fábrica, localizada na Zona Norte do Rio, e que também funciona  como loja-balcão, continuará sob comando da empresa, produzindo mais de 300 opções de alimentos congelados.  Uma das lojas, localizada em Copacabana, passou para mão de um franqueado em maio deste ano. Deu tão certo, que os sócios decidiram investir na expansão das franquias, comemorando a abertura de mais uma loja este mês, no bairro do Jardim Botânico.


“Ficamos satisfeitos com o resultado da franquia Copacabana. Logo no primeiro mês, já houve um aumento de 10% no faturamento, comparado ao mesmo período do ano anterior. Estudamos por mais de 1 ano o plano de franquias e percebemos que o resultado é mais positivo quando temos alguém focado completamente no negócio. Dessa forma, conseguiremos nos dedicar imais á fábrica e à introdução de parcerias nas lojas" conta Luiz Eduardo Jardim, sócio da marca desde 2000.


Além do formato de franquias, a empresa também ofereceo modelo de baixo investimento enquadrado na categoria de microfranquias, chamado Deep FreezeDelivery Station’ (DS), com baixo custo operacional e valor de investimento de no máximo R$60.000. Neste formato, a participação do gestor na rotina diária da operação é obrigatória. No‘DS’, a retirada de estoque é feita pelo franqueado na fábrica e as entregas são feitas e custeadas pelo franqueado. As áreas de atuação deste modelo são para Penha, Madureira, Nova Iguaçu, Caxias, Nilópolis, Bangu, Itaguaí, Cabo Frio, Macaé e Maricá.


Nos modelos ‘loja’ e ‘DS’, os pedidos e as entregas são feitas sem custo pelo central de atendimento da empresa. Outro diferencial é a linha light e fit chamada  Panéh congelados light e+ e a “pool” de produtos terceirizados de empresas parceiras e renomadas no segmento de congelados.


O investimento para abrir uma unidade começa a partir de R$ 60.000 (DS) e R$ 160.000 (loja) e os valores não incluem o ponto. O faturamento médio mensal estimado fica entre R$ 40.000,00 e R$ 110.000,00, dependendo do ponto, com a margem média de lucro estimada entre 10 a 18%. As lojas possuem entre 40 e 60m2. A expectativa de retorno é de 24 a 36 meses de operação. A taxa de Royalties é estipulada em 6% do faturamento bruto e a taxa de publicidade em 2% do faturamento bruto.


Além de Copacabana e Jardim Botânico, a Deep Freeze possui lojas prontas nos bairros do Flamengo, Barra da Tijuca, Botafogo e Tijuca. A ideia agora é repassar estas unidades para os franqueados. Os investimentos variam de R$350 a R$380 mil. A marca pretende ampliar as áreas de atuação em bairros como Recreio, Jacarepaguá, Humaitá, Vila Isabel, Laranjeiras e Ilha do Governador (com investimento no valor de R$ 160 a R$ 300 mil).


“Daremos total suporte ao franqueado, oferecendo assistência na avaliação e na negociação do ponto, loja-escola para treinamento operacional e gerencial, sistema próprio para gerenciamento de pedidos e vendas e apoio nas ações de marketing”, afirma Roberto Lemos, sócio da Deep Freeze.


Para o funcionamento das franquias, é necessário uma média de 2 colaboradores (caixa/atendimento) por loja.  Para 2017, a expectativa é inaugurar 15 franquias no Estado. 


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Franquias novas , Franquias de alimentação , Franquias de baixo investimento , Franquias no Rio de Janeiro , Deep Freeze Congelados Artesanais